Português Italian English Spanish

Covid-19 chega a Luciara, Prefeitura fecha a entrada da cidade, só entra quem reside no município

Covid-19 chega a Luciara, Prefeitura fecha a entrada da cidade, só entra quem reside no município


28/05/2020

Com um caso confirmad, 1 suspeita e 20 pessoas monitorados, somente poderá entrar na cidade pessoas que reside no município, nem mesmo parentes que moram em outras cidades poderão entrar, exceto caminhões que estejam levando mantimentos para abastecer a cidade, a exemplo de; gêneros alimentícios Gás de cozinha e combustível. A pesca para turistas continua suspensa.

Após reunião com empresários, Câmara de vereadores, comitê de enfrentamento ao Covid-19 e profissionais de saúde, o prefeito de Luciara, Fausto Azambuja Filho, por decreto, manda fechar as entradas da cidade por 10 dias e mantem proibição da pesca para turistas.

Durante esse esses dez dias que inicia a partir dessa quinta-feira (28) somente será permitido entrara na cidade pessoas que reside no município, nem mesmo parentes de moradores locais que residem em outras cidades terão autorização para entrar em Luciara.

A única exceção foi para caminhões que estiver levando mantimentos para abastecer a cidade, a exemplo de gêneros alimentícios, Gás de cozinha e combustível, mesmo assim; o veiculo será desinfetado e escoltado por agentes de saúde ate o local onde ira descarregar a mercadoria, o motorista não poderá pernoitar na cidade e será escoltado novamente ate a saída da cidade. 

Motoristas e ajudantes dos caminhões ainda terão que passar pelo teste de aferimento de temperatura do corpo na barreira de entrada da cidade, caso seja suspeito de contaminação será submetido a testes rápidos do Covid-19 e encaminhados a unidade de saúde.

A concorrida reunião ocorreu no plenário da Câmara Municipal de Luciara nesta manha de quarta-feira (27) e reuniu o prefeito Fausto Azambuja Filho, secretários, vereadores empresários proprietários de pousadas, profissionais de saúde e membros do comitê de enfrentamento e combate ao Covid-19. Na reunião ficou definido que o município ficara fechado por dez dias seguindo rito de protocolo.

Durante a reunião todos os presentes tiveram a oportunidade de expor seu ponto de vista em todas as pautas em discussão, entre elas; o avanço do coronavirus na região e o primeiro caso oficial no município de Luciara, bem como a possibilidade da liberação da pesca para turistas e visitantes.

Um dos pontos central das discussões foi o avanço da pandemia no município e a preocupação do poder publico em tentar impedir que o vírus alastre sobre a cidade além de oferecer mais segurança e tranquilidade à população local.

Outro assunto em pauta foi à possibilidade da reabertura da pesca para turistas e visitantes no município, riscos e consequências e o efeito que tal decisão viesse ocasionar.

Durante a reunião o empresário Carlos Camelo, sócio proprietário da Pousada Bora Pescar, falou em nome dos demais proprietários de pousadas do município e expos aos presentes a importância e a necessidade da liberação da pesca para os turistas e o giro da economia para o município.

Defendendo a reabertura da pesca, em nome dos demais, Carlos Camelo ainda se comprometeu a ajudar a gestão com mais rigor na fiscalização e suporte de segurança para a não disseminação do Covid-19 no município, inclusive propôs adquirir kits de testes rápidos a serem utilizados nos hóspedes das pousadas quando das suas chegada e permanência na cidade. Sua tese foi vetada pela que optou por não reabrir a temporada de pesca ate passar a pandemia.

O bioquímico Cláudio Bonfada explanou sobre a situação em que o município se encontra atualmente, com um caso confirmado, 1 suspeito e 20 monitorados, o que é extremamente preocupante devido á proximidade que as pessoas tem em um município tão pequeno quanto Luciara.

Apos ouvir todos os presentes e acatar o entendimento da maioria, o prefeito Fausto Azambuja adotou como protocolo o fechamento da cidade para a entrada de pessoas não residentes no município pelos próximos 10 dias, período em que será observado e monitorado o pico de elevação e transmissão do vírus.

“o momento é critico para a economia local, nenhum gestor gostaria de ver a receita do seu município continuar despencando como esta ocorrendo, mas o que esta em jogo é a vida da nossa população, em nossa cidade um grande parcela da população é formada por pessoas que estão em linha de risco. Reafirmo que é melhor talvez errar por excesso de zelo e respeito às pessoas que por omissão”. Disse o prefeito Fausto Azambuja Filho que também é um dos amante da pesca esportiva e do rio Araguaia.

A partir desta quinta-feira (28) de maio, a barreira de monitoramento funcionará também como bloqueio para a cidade dentro dos padrões citados no decreto, principalmente no que diz respeito ao uso de equipamento de proteção individual por parte de caminhoneiros e comerciantes.

Em 10 dias devera ocorrer outra reunião, para que novo decreto seja publicado, não descartando, conforme a análise do relatório, a possibilidade de reabertura da pesca esportiva para turistas, com o critério de que cada Pousada inclua no seu pacote para hóspedes a realização de teste do COVID 19, sendo este realizado com acompanhamento de servidores da saúde municipal.

 

 

FONTE: Noticia dos Municipios-Antônio Borges

  Seja o primeiro a comentar!

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Envie seu comentário preenchendo os campos abaixo

Nome
E-mail
Localização
Comentário

Banner Superior Esquerda

Banner Central Esquerda

Banner Inferior Esquerda

 

 
 

 

 

COLUNAS E OPINIÃO

Blog do Samy Dana

Colunista O Repórter do Araguaia

Gerson Camarotti

Colunista O Repórter do Araguaia

 

VÍDEOS

 

Acesse nosso Canal no Youtube

 

NOSSOS PARCEIROS