Português Italian English Spanish

Bombeiros monta brigada descentralizada em São Félix do Araguaia para combate a Incêndio Florestal

Bombeiros monta brigada descentralizada em São Félix do Araguaia para combate a Incêndio Florestal


07/07/2020

Para atender com mais agilidade aos chamados de incêndio florestal no período da seca, o Corpo de Bombeiros de Mato Grosso, através do Batalhão de Emergências Ambientais juntamente com o Comitê de Gestão do fogo da Sema, montou uma Brigada Descentralizada em São Félix do Araguaia. O objetivo é prestar apoio com ações de prevenção, orientação, fiscalização e combate a incêndios.  Segundo o Comitê de Gestão do fogo, a Brigada Descentralizada foi montada em São Félix do Araguaia porque houve um aumento de 11,83% de focos de incêndio em comparação ao mesmo período do ano passado.

 

 

 

 

 

Com a chegada do período da estiagem, aumentam os focos de incêndio e as queimadas prejudicam desde o trabalho do homem do campo à saúde de todos os cidadãos.

A Brigada Descentralizada já está instalada em São Félix do Araguaia para atender a região.

Quatro bombeiros atuarão, no sistema de plantão, nesse primeiro momento as ações estão sob o comando do Sargento Izelman.As viaturas utilizadas no trabalho são cedidas pela Secretaria Estadual de Meio Ambiente (Sema).

Conforme Decreto nº 533 de 26/06/2020 o período proibitivo vai de 01/07/2020A 30/09/2020.

Prevenção

Todos os anos, Mato Grosso decreta período proibitivo de queimadas na zona rural. Durante o período de estiagem, que normalmente ocorre entre julho e setembro, não é permitida a queima controlada na zona rural. A medida visa evitar que o fogo se alastre atingindo áreas de vegetação nativa. Os incêndios florestais emitem grandes quantidade de gases de efeitos estufa e trazem prejuízos à vegetação, vida silvestre, saúde humana e economia. Em zona urbana, o uso do fogo é proibido durante todo o ano.

Saúde humana

De acordo com a Organização Mundial da Saúde, a poluição do ar é um fator de risco crítico para doenças não transmissíveis, causando cerca de 24% de mortes por doenças cardiovasculares, 25% por acidente vascular cerebral, 43% por doença pulmonar obstrutiva crónica (DPOC) e 29% associadas ao câncer de pulmão. O aumento dos incêndios pode gerar o agravamento da pandemia do COVID 19, que é uma doença relacionada ao sistema respiratório, causando mortes e prejuízos de ordem em todo Estado.

 

 

Itael Silva com O Repórter do Araguaia

  2 comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Envie seu comentário preenchendo os campos abaixo

Nome
E-mail
Localização
Comentário

Pode entrar em contato através do 08006477366 ou 193.

Interessante noticia para a regiao,porem faltou na comunicaçao o local e ou melhor o aonda esta instalado e em caso de necessidade de comunicaçao o telefone a ser usado e oou what zap e o site.Espero que a comunicaçao chuegue aos cidadoes(aes)

Banner Superior Esquerda

Banner Central Esquerda

Banner Inferior Esquerda

 

 
 

 

 

COLUNAS E OPINIÃO

Blog do Samy Dana

Colunista O Repórter do Araguaia

Gerson Camarotti

Colunista O Repórter do Araguaia

 

VÍDEOS

 

Acesse nosso Canal no Youtube

 

NOSSOS PARCEIROS