Português Italian English Spanish

São Félix do Araguaia registra primeira morte por COVID-19; vítima era indígena

São Félix do Araguaia registra primeira morte por COVID-19; vítima era indígena


16/08/2020

A Secretaria de Saúde de São Félix do Araguaia – MT divulgou na tarde deste sábado, 15, novo boletim atualizado sobre o avanço do novo coronavírus (Covid-19) em São Félix do Araguaia. O município confirmou o primeiro óbito pela doença – Trata-se do indígena Isarire Lukukui Karajá, o 1° indígena com formação superior em contabilidade do Brasil, formado pela Universidade Federal de Mato Grosso. Isarire trabalhou como Técnico em Agricultura e Pecuária na empresa Fundação Nacional do Índio (FUNAI). Pelas redes sociais, amigos lamentaram a morte de Isarire Karajá.

Conforme informações Isarire estaria hoje completando 60 anos. Ele tinha no seu histórico o fato de ser diabético, cardíaco e tinha trombose, e foi diagnosticado com infecção pelo novo coronavírus na última quinta-feira, (13). Isarire Karajá esposa Wequed Kybyryra Karajá e três (3) filhos: Haratuma, Hatamaru Iburé, Temysari Haratuma e Tuinaki Koixaru Karajá.

Também chama atenção o fato de que o número de 132 casos confirmados e 32 suspeitos aguardando resultados de exames. Outros 443 casos suspeitos já foram descartados e mais 02 hospitalizados. Há ainda 38 em tratamento domiciliar e outros 32 suspeitos em isolamento domiciliar.

Com o avanço da pandemia do novo coronavírus, a impossibilidade de velar e até mesmo enterrar os entes queridos deixou de ser uma realidade distante vivenciada em outros países e passou a fazer parte do cotidiano brasileiro. Após a confirmação da primeira morte provocada por Covid-19, em 17 de março, no Estado de São Paulo, outras centenas de pessoas não resistiram às complicações da doença no Brasil. Desde então, medidas sanitárias foram adotadas para evitar a transmissão do vírus durante as cerimônias fúnebres, que acabaram interferindo nos ritos de despedida com os quais estamos acostumados.

É praticamente unanimidade que a dor da perda é sempre grande, mas em tempos de coronavírus se agiganta e pode tomar proporções inimagináveis. Corpos estão sendo enterrados em caixões lacrados. As pessoas não estão podendo se despedir de quem morre. Entre parentes e amigos das vítimas falta aquele abraço apertado que ajuda a consolar o pesar. Tal fenômeno já foi visto em outros momentos da história, como na epidemia do HIV, entre os anos 1980 e 1990, e de ebola na África, no início de 2013, mas nada que já tenha sido visto em livros e filmes ajuda a amenizar a dor de quem se encontra de luto na atualidade.

O corpo já saí do hospital envolvido em dois sacos, no caixão totalmente lacrado. Tudo muito rápido e não temos como chegar perto por medida de segurança. Muito sofrimento não podermos dar o último adeus a quem amamos. Uma sensação de desespero. Uma perda irreparável, que jamais será superada. Além de lidar com o luto, a família fica a preocupada de ter contraído o vírus e contagiar outras pessoas. Como forma de adaptar o processo de luto às restrições impostas pelo cenário atual, a solução encontrada por algumas famílias são os velórios on-line. Funerárias da cidade Paulista, no Grande Recife relatam que a procura por velórios transmitidos pela internet cresceu.

O impacto dessas mortes vai tornar o luto ainda mais complicado. Muitos familiares precisam de apoio extra, pois além do fim do convívio com um ente querido, carregam incertezas e falta de informação. Eles concordam, porém, que o luto é um processo normal e precisa ser vivido para ser superado. Nenhuma perda é igual a outra, mas sim uma experiência única e puramente individual. Mas como lidar com a dor e a sensação de que histórias foram interrompidas antes do tempo e como superar a ausência no último adeus?

Meu coração está em pedaços! Faltam palavras! Meu Deus, que vírus maldito. Minha família está em pedaços. Gente, o caso é sério. Minha irmã faleceu recentemente vítima de Covid-19. Ainda estamos em choque, arrasados, sem acreditar que isso aconteceu. Gostaria imensamente que os governantes fossem mais respeitosos com cada vida ceifada e sufocada pelo coronavírus. "Para os que estão defendendo acabar o isolamento. Para os que estão defendendo o comércio de volta. Porque a economia vai “quebrar”... Para a questão defendendo as falas contra a ciência. Para os que estão defendendo que alguns milhares de mortes por coronavírus não significam nada frente à quebradeira da economia. Só tenho uma coisa a dizer: espero, fortemente, que não passem pelo que minha família está passando!

Quanta dor você ver um ente amado sozinho em um leito de UTI, isolada, se sentindo abandonada, porque um vírus maldito ceifou seus pulmões lhe tirando o oxigênio e sua imensa alegria. Espero que não tenham nunca que ficar em casa inerte, enquanto o corpo de seu familiar está sendo cremado sem que nenhum parente possa se despedir e  homenagear. Quanta tristeza, meu Deus!!!!

Reflitam, repensem se coloquem no lugar de tantas famílias que estão passando o que a a minha família está passando. Respeitem a dor de tantas pessoas. Gostaria imensamente que os governantes fossem mais respeitosos com cada vida ceifada e sufocada pelo coronavírus. Senhores governantes não se deixe abater por ignorância. Mais amor e mais empatia", Vanessa Lima.

Meus sentimentos a todos os familiares e amigos. Descanse em paz, Isarire!!!

 

 

Vanessa Lima/O Repórter do Araguaia

  5 comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Envie seu comentário preenchendo os campos abaixo

Nome
E-mail
Localização
Comentário

Muito triste. Estudamos juntos. Que Deus o abençoe e conforte o coração da sua família e amigos.

Quero externar meus sentimentos a todos da Família de Isarire karajá! Pessoa sempre alegre e qua do nos encontrávamos na cidade ele sempre me cumprimentava com um sorriso enorme no rosto!!!! Meus sentimentos a esposa e filhos! Principalmente Tuymaki r Haratuma que foram meus alunos!!! Descanse em paz Isarire!!!!

Meus sentimentos a todos os familiares e amigos deste grande lider Karajá. Muito triste !Que DEUS o tenha a seu lado.Descanse em paz, Isarire!!!

Estou com meu coração partido, pois gosto muito da família do Isariri, estudou junto com meu irmão. Meus sentimentos a todos os familiares. Deus irá confortar o coração de cada um deles. Meus pêsames.

estou com meu

Banner Superior Esquerda

Banner Central Esquerda

Banner Inferior Esquerda

 

 
 

 

 

COLUNAS E OPINIÃO

Blog do Samy Dana

Colunista O Repórter do Araguaia

Gerson Camarotti

Colunista O Repórter do Araguaia

 

VÍDEOS

 

Acesse nosso Canal no Youtube

 

NOSSOS PARCEIROS