Português Italian English Spanish

Juíza da Comarca de São Félix do Araguaia realiza reunião para acertar os últimos detalhes antes do Araguaia Cidadão que será realizado nos dias 09 e 10 de novembro

Juíza da Comarca de São Félix do Araguaia realiza reunião para acertar os últimos detalhes antes do Araguaia Cidadão que será realizado nos dias 09 e 10 de novembro


30/09/2019

No dia 25 de setembro a juíza substituta e Diretora do Fórum da Comarca de São Félix do Araguaia – MT, Janaina Cristina de Almeida se reuniu, pela última vez antes do início dos trabalhos com os parceiros envolvidos no projeto Araguaia Cidadão, para acertar os últimos detalhes, com dicas e o roteiro completo da ação, que será realizada de 09 a 10 de novembro, um dia de ação global oferecendo vários serviços sociais à população do município.

Durante a reunião foi, colocado aquilo que é possível fazer, como será desenvolvido o projeto, quais vão ser as ações, qual a nossa responsabilidade, enfim, colocou a par todos os parceiros das dificuldades que serão enfrentar no seguir dessa grande expedição de cidadania. Foi de suma importância a reunião, colocando todo mundo ciente do que é possível fazer e o que não é possível fazer. Acho que foi extremamente positivo, tendo em vista as dúvidas que foram esclarecidas.

Segundo explica a juíza-diretora da Comarca, Dra. Janaina o projeto corresponde a uma forma de trabalho diferenciada, e a reunião foi importante para propiciar a todos aqueles que irão integrar a comitiva o que o Judiciário pensa e planejou para esse grande projeto de inclusão social, que, pela primeira vez, irá atender a população de São Félix do Araguaia.

O projeto “Araguaia Cidadão” tem iniciativa do Tribunal de Justiça do Estado de Mato Grosso (TJMT), sob a coordenação do juiz estadual da Justiça Comunitária José Antônio Bezerra Filho, conta com a parceria da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), Ministério Público, Câmara, Prefeitura Municipal, Defensoria Pública, empresariados e a sociedade civil local e tem como objetivo levar à população da região do Araguaia serviços básicos, regularização de documentos, resolução de conflitos, distribuição de unidades de roupas, mantas, sapatos, orientação jurídica, declaração de hipossuficiência (pobreza), doação de livros, roupas e calçados; confecção de segunda via de identidade, confecção de carteira de trabalho, cabeleireiro, distribuição de mudas frutíferas e nativas da região, consultas oftalmológicas, emissão de cartão do Sistema Único de Saúde (SUS), resolução de questões tributárias, casamento comunitário, palestras sobre violência doméstica e familiar voltadas para crianças.

Na primeira fase as ações foram realizadas começando por Alto Araguaia, passando por Ponte Branca, Ribeirãozinho e Torixoréu. A segunda fase do projeto prevê o atendimento nos municípios de Vila Rica, São José do Xingu, Santa Cruz do Xingu, Santa Terezinha, Alto Boa Vista, Luciara, São Félix do Araguaia, Bom Jesus do Araguaia, Novo Santo Antônio, Cocalinho, Araguaiana e Barra do Garças.

 

 

Vanessa Lima/O Repórter do Araguaia

  Seja o primeiro a comentar!

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Envie seu comentário preenchendo os campos abaixo

Nome
E-mail
Localização
Comentário

Banner Superior Esquerda

Banner Central Esquerda

Banner Inferior Esquerda

 

 
 

 

 

COLUNAS E OPINIÃO

Blog do Samy Dana

Colunista O Repórter do Araguaia

Gerson Camarotti

Colunista O Repórter do Araguaia

 

VÍDEOS

 

Acesse nosso Canal no Youtube

 

NOSSOS PARCEIROS