01/01/2015 - Taques anuncia ‘Fica Vivo’ como prioridade no combate ao crime e alerta que segurança “não é só polícia na rua”

Preocupado com os índices de criminalidade semelhantes aos de regiões em guerra, o governador eleito José Pedro Taques (PDT) aproveitou a entrevista coletiva de apresentação da equipe da Secretaria de Estado de Segurança Pública (SESP), nesta terça-feira (30), para anunciar a criação do Programa ‘Fica Vivo’, semelhante ao aplicado em Minas Gerais e Pernambuco. “O levantamento do Mapa da Violência 2013, divulgado em 2014, foi contundente para o nosso Estado. E Mato Grosso não pode continuar com 32,5 homicídios para cada 100 mil habitantes. Isso é índice de áreas de guerra”, afirmou Pedro Taques.

Ao lado do seu secretário de Segurança Pública, promotor Mauro de Jesus Zaque, o governador eleito afirmou que o setor é prioridade em seu governo. “O Mapa da Violência apresentou 55 mil homicídios no Brasil, em 2013; e 53 mil estupros. Mato Grosso aparece como o 12º Estado com maior criminalidade. Isso é inaceitável”, afiançou Taques, para a reportagem do Olhar Direto.

Mesmo que a SESP apresente sérias dificuldades orçamentárias e financeiras, além de estratégica e de pessoal, Taques assegurou que irá exigir resultados imediatos – em 100 dias. Ele lembrou que faltam seis mil homens na Polícia Militar e três mil no Corpo de Bombeiros Militar; também faltam 125 delegados de Polícia Civil, três mil investigadores e 780 escrivães, somente na área de recursos humanos para operações.

“A Politec não tem sequer [soro] reagente. O secretário Mauro Zaque sabe muito bem o que vai enfrentar”, afiançou Taques.

Mauro Zaque anunciou a integração e regionalização das ações de segurança. As polícias Civil e Militar terão de trabalhar em conjunto e os primeiros resultados serão apresentados no começo de abril, no centésimo dia do govero Taques.

Equipe Técnica

Pedro Taques confirmou que Mauro Zaque teve influência direta na escolha dos técnicos que compõem a equipa dos órgãos vinculados à Secretaria de Segurança. Para a Diretoria Geral de Polícia Civil, o escolhido foi o delegado Adriano Peralta Moraes. Já para a Polícia Militar, o comandante geral era conhecido desde a semana passada: coronel PM Zaqueu Barbosa.

O comando do Corpo de bomeiros Militar está como com coronel BM Júlio Cézar Rodrigues. E a direção da Politec com Rubens Sadao Okada. O Departamento Estadual de Trânsito (Detran-MT) tem como presidente o delegado de Polícia Rogers Elizandro Jarbas.

 

 

Olhar Direto
Ronaldo Pacheco

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário