01/02/2011 11h:20 Riva anuncia sessões regionalizadas para debater municípios

Sessão será mensal com a participação do Governo do Estado

SANDRA COSTA/ ITIMARA FIGUEIREDO
Assessoria da Presidência

A Assembleia Legislativa vai realizar sessões regionais para debater “in loco” as necessidades de cada região. A proposta foi anunciada nesta terça-feira (01.02), pelo presidente da Casa, deputado José Riva (PP). Esse será um dos temas da reunião do Colégio de Líderes que acontece amanhã (02), quando os parlamentares iniciarão a discussão sobre as datas dessas sessões que serão mensais e contarão com a presença de representantes estaduais. “Vamos somar esforços para discutir as necessidades de cada município e transformar Mato Grosso em um estado cada vez melhor para morar”, afirmou.

Sobre a atual gestão, Riva defendeu que é necessário mostrar unidade nos campos das ideias e das propostas. Ele argumenta que haverá muitas divergências, mas espera que sejam em busca de um ideal e dos interesses da população mato-grossense. “Muitos confundem o papel da oposição e situação. Porém, é preciso lembrar que, independente da posição política, temos o dever de fiscalizar o Executivo, como as ações da Agecopa, exercendo assim o nosso papel de legislar e fiscalizar”, ratificou.

Tanto que voltou a chamar a atenção sobre a importância da participação do Colégio de Líderes nas decisões do Poder Legislativo. “Estaremos reunidos todas as terças-feiras, às 15h. Penso que administrar é compartilhar, dialogar e discutir todos os temas. Refiro-me aqui a deputada Luciane Bezerra que sua posição não só será respeitada, como somarei as suas propostas no que diz respeito aos interesses e melhorias de Mato Grosso, em especial aos de Juara, a nossa região. Aos ex-deputados afirmou que esta é a Casa do debate”, garantiu.

ZSEE – Sobre o Zoneamento Socioeconômico Ecológico, Riva explicou que diferente do que propaga, a proposta compreende um instrumento técnico e político direcionado ao ordenamento do espaço geográfico do Estado e ao disciplinamento do uso de seus recursos naturais. E que no próximo dia 14, deputados, técnicos da Sema e representantes do governo finalizarão o relatório do ZSEE para encaminhá-lo ao governador Silval Barbosa.

O setor da Saúde também terá prioridade na atual gestão. Riva disse que a Comissão Parlamentar de Inquérito da Saúde instalada para checar a crise que assola a saúde pública de Mato Grosso (CPI da Saúde) funcionou muito bem detectando falhas no sistema. E atribuiu a culpa à União que fica com a maior parte dos recursos e não prioriza o setor. “Não podemos execrar os gestores anteriores porque a Saúde precisa de uma mudança radical”, afirmou, ao destacar que o secretário de Saúde, Pedro Henry fará uma boa administração.

 

 

Mais Informações:
Secretaria de Comunicação
Tel. 3313-6310