01/03/2011 10h:04 NOTA - Polícia Civil não vai fechar delegacias

 

O delegado geral da Polícia Judiciária Civil de Mato Grosso, Paulo Rubens Vilela, informa que a diretoria é contra o fechamento de delegacias e que o pedido do Sindicato dos Investigadores e Agentes Prisionais de Mato Grosso (Siagespoc) não será acatado. A medida vai contra os interesses da população, já que mesmo com poucos servidores, os cidadãos ainda dispõem do serviço policial. Vilela salienta que a diretoria nunca negou a carência no efetivo e as dificuldades que os profissionais encontram devido às longas distâncias dentro do Estado, mas entende que fechar as delegacias não é a melhor saída. Mesmo porque as delegacias de polícia são criadas por lei e obedecem a critérios tanto de abertura quanto do fechamento.
 
 

 
 

O efetivo da Polícia Judiciária Civil deve ser reposto gradativamente até 2014, ano em que Cuiabá será sede da Copa 2014. A Polícia Civil já solicitou ao governo que faça o chamamento dos aprovados no último concurso para que sejam empossados e comecem a Academia de Polícia. Já o concurso de delegado está sendo retomado.
 
 

 
 

Do último concurso, além dos aprovados dentro das 60 vagas abertas para investigador e 140 para escrivão, a diretoria pediu que sejam empossados todos os classificados no concurso público, totalizando 360 novos policiais.
 
 

 
 

Polícia Judiciária Civil de Mato Grosso

Diretoria Geral