01/03/2011 00h:23 Ex- jogador do Luverdense é encontrado morto em motel de SP

Uma tragédia marcou o futebol brasileiro na manhã desta segunda-feira. O ex-atleta do Luverdense e atual atacante que vinha disputando o Campeonato Paulista pelo Botafogo, Roger Souza, foi encontrado morto em um motel na cidade de Guarulhos, na Grande São Paulo. A causa da morte ainda não foi informada.

De acordo com os registros do motel, o jovem jogador de 21 anos deu entrada neste domingo, por volta das 17 horas. Nesta segunda pela manhã, uma funcionária entrou no quarto para realizar a limpeza e o atleta já estava morto. Não há informação se ele estava acompanhado.

A última vez em que Roger foi visto no Botafogo foi no sábado, quando realizou o último treino do time, em Ribeirão Preto. Como ele não foi relacionado para a partida contra o Ituano – derrota por 3 a 1 -, neste domingo, acabou ganhando folga do técnico Fernando Diniz.

Roger tem seus direitos federativos vinculados ao Coritiba, e estava emprestado ao Botafogo para o Paulistão. Antes do Coxa, além do Luverdense, ele já havia defendido Rio Branco-PR, Pato Branco-PR e o Juventus.

Enquanto aguarda o laudo oficial que esclarecerá as causas da morte, o Coritiba enviou um advogado do clube para acompanhar as investigações do caso. Já a psicóloga e a assistente social do clube viajaram para Bandeirantes, no interior do Paraná, para apoiar a família de Roger.

O clube espera a liberação do corpo para providenciar o translado e o funeral. A LA Sports, empresa que gerenciava a carreira do atleta, também espera a elucidação das circunstâncias da morte do jogador para se pronunciar oficialmente.

Roger defenderia o clube paulista até 15 de maio desse ano. Seu contrato com o Coritiba tinha duração até dezembro de 2013. Com Agência Futebol Interior e Globo Esporte.

Confira os comunicados oficiais de Coritiba e Botafogo:

O Coritiba Foot Ball Club lamenta informar que o atleta Roger de Souza, 21 anos, que estava emprestado ao Botafogo de Ribeirão Preto (SP), faleceu neste domingo, em Guarulhos, em circunstâncias ainda não esclarecidas. O clube aguarda o laudo do Instituto Médico Legal de São Paulo para se pronunciar oficialmente sobre esta triste ocorrência. Todas as informações sobre este caso serão fornecidas apenas pela Assessoria de Comunicação do Coritiba.

 

Da Redação - LB