01/04/2013 - Enfermeira é assassinada pelo genro policial após discussão

A técnica em enfermagem Maria do Socorro Machado Alves, 47 anos, foi assassinada pelo genro, o policial militar Diego Gama de Oliveira, 25 anos, após intervir numa briga da filha com esposo em Aripuanã, a 1.100 km de Cuiabá, por volta das 19 horas de domingo (31). Diego tinha agredido a esposa que ficou ferida e levou-a até o hospital quando retornou para casa foi indagado pela sogra dando início a uma discussão. Diego que estava fardado e iria entrar de trabalho atirou no peito da sogra que praticamente morreu na hora. A pistola utilizada no crime era de uso paticular do PM. Maria do Socorro era funcionária do Pronto Socorro de Barra do Garças passou no concurso de 2009.  

O delegado de Aripuanã, Albertino Felix Brito Júnior, informou ao Olhar Direto que o soldado foi preso logo após o homicídio pelos próprios colegas de farda porque o crime ocorreu na mesma rua da companhia da PM. "Ele foi autuado em flagrante pelo homicídio e após o procedimento da polícia foi encaminhado para o batalhão pelo fato de ser um militar", explicou o delegado. Diego também é de Barra do Garças e ao passar no concurso mais recente da PM se mudou para Aripuanã onde mora com a esposa Arlinda Karina Machado Santos, 25 anos, e tem três filhos. 

O homicídio ocorreu após o casal ter saído de uma festa de páscoa. Maria do Socorro atuou por dois anos como enfermeira na Casa do Índio (Casai) de Barra do Garças e após passar no concurso se transferiu para o município. 

O corpo de Maria do Socorro segue para Barra do Garças e posteriormente para Minas Gerais. De acordo com o delegado, Diego pode ser expulso da corporação se foi apenado ao final com mais de quatro anos pelo crime de homicídio.

 

Foto: Facebook

De Barra do Garças - Ronaldo Couto

COMENTÁRIOS

Data: 03/04/2013

De: Célia

Assunto: Tristeza

Nós, familiares da Socorro estamos totalmente estarrecidos com esse assassinato. A policia existe para defender os cidadãos de pessoas como esse sujeito. Queremos e estamos buscando a condenação dessa pessoa. Queremos ele fora das ruas para que não faça isso com mais ninguém. Se ele mata alguém próximo que sempre os ajudou, o que dirá de pessoas que ele nem conhece. Cadeia para esse criminoso urgente. Policia, não permita que esse bandido faça parte da corporação. Isso suja o nome de vocês.

Data: 02/04/2013

De: AUTONOMO

Assunto: INCRIVEL

ESSE CARA NÃO E GENTE,NÃO TEM AMOR NÉ PELA MÃE DE SUA ESPOSA?? POR QUEM MAIS ELE VAI TER?TEM QUE SER LIXADO....

Data: 02/04/2013

De: Rita

Assunto: Inacreditável

Meu Jesus Cristo!
Simplesmente inacreditável a morte dessa companheira, amiga e mulher maravilhosa!
deixa sdds!

Novo comentário