01/04/2015 - Polícia Civil apreende mais de 200 pedras de crack em operação em São José do Xingu

Mais de 200 pedras de crack foram apreendidas pela Polícia Judiciária Civil, na sexta-feira (27.03), em uma ação da Delegacia de São José do Xingu (1.200 km a Nordeste), com apoio da Delegacia de Santa Cruz do Xingu (1.230 km a Nordeste), e Delegacia Regional de Confresa (1.160 km a Nordeste).

A apreensão aconteceu durante operação para cumprimento de mandados de busca e apreensão domiciliar, visando o combate a criminalidade na região, em especial o tráfico de drogas. Na ação os acusados, Francisco Rubson Costa e Silva, conhecido como “Chico da Cohab”e  Antonio Carvalho Rodrigues, conhecido como “Bugiganga”, foram presos em flagrante pelo crime de tráfico de drogas.

No cumprimento do mandado de busca e apreensão, na residência do suspeito Francisco, os investigadores apreenderam 194 pedras de crack, 15 porções médias de maconha, materiais para a mistura da droga, como sal amoníaco e água oxigenada, além de 06 aparelhos de telefone celular, entregues pelos usuários na troca do entorpecente, e a quantia de R$ 420, 00, em notas miudas.

A segunda ordem judicial foi cumprida em um bar, na popular Rua da Mandioca. No local, policiais localizaram escondido em um buraco da parede do quarto do suspeito Antonio, 10 pedras de crack e o valor de R$ 310,00. Questionado sobre a quantia em dinheiro, o preso confessou ser do lucro da venda de 31 trouxinhas na noite anterior.

Após o flagrante, Francisco e Antonio, foram conduzidos à Delegacia de Polícia onde foram autuados em flagrante por tráfico de drogas.

Posse de arma

Em outra ação da Delegacia de São José do Xingu em parceria com a Delegacia Regional de Confresa, policiais efetuaram a prisão de Sebastião Alves Ferreira, conhecido como “Tião dos Bois”, na sexta-feira (20.03), pelo crime de posse ilegal de arma de fogo.

O acusado foi preso durante cumprimento de mandado de busca e apreensão domiciliar em sua propriedade rural, localizada no Distrito de Santo Antonio do Fontoura. A ordem judicial foi decretada visando apreender uma arma de fogo, utilizada em um homicídio ocorrido na dia 28 de fevereiro 2015, que vitimou Nilo de Abreu Damasceno.

Durante as buscas na chácara de Sebastião, os investigadores apreenderam uma espingarda calibre 28, uma garrucha calibre 22, e um revólver calibre 22, sendo esse último usado no crime de homicídio em investigação.

O suspeito conduzido até a Delegacia de Polícia e autuado em flagrante por posse ilegal de arma de fogo.

Participaram das ações os investigadores de polícia, Sonaque, Marcelo Assunção, Helder Augusto, Raphael Carrelo, os escriães Alinor e Lindomar, coordenados pelo delegado de polícia Hércules Batista Gonçalves.

As prisões integram a operação "Actio Auctoritatis", que visa dar cumprimento a mandados de prisão e fortalecer investigações roubos, furtos e tráfico de drogas. O trabalho está inserido no plano operacional da Secretaria de Estado de Segurança Pública, para os primeiros 100 dias de enfrentamento à criminalidade em Mato Grosso.

 

 

PJC-MT

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário