01/06/2012 - Ronaldinho entra na Justiça por R$ 40 milhões e deixa o Flamengo

 

Após muitas polêmicas, Ronaldinho Gaúcho não é mais jogador do Flamengo. A apagada passagem do jogador pela equipe carioca chegou ao fim nesta manhã, quando o meia entrou na Justiça contra o rubronegro.
 
O jogador cobra R$ 40.177.140,00 do clube na Justiça do Trabalho do Rio de Janeiro. O valor é referente a 12 meses de previdência, fundo de garantia e cinco meses de direitos de imagem.
 
Gislaine Nunes, advogada do jogador, oficializou a rescisão contratual do jogador junto à CBF nesta tarde. Assim, o campeão da Copa do Mundo de 2002, que não treinava na Gávea desde segunda-feira, estará livre para assinar com qualquer outra equipe.
 
A advogada confirmou o fato em entrevista ao canal SporTV. "Ele teve o contrato rescindido judicialmente. Tudo correu de forma tranquila, como esperávamos", revelou, admitindo que ainda há espaço para um recurso do Flamengo, apesar de não existir mais vínculo entre clube e jogador.
 
A saída de Ronaldinho do Flamengo não poderia ser mais fiel à tônica de sua passagem pela equipe carioca. As polêmicas cercaram o jogador desde a negociação para chegar ao rubro-negro e não o abandonaram até o final de sua estadia no Rio de Janeiro.
 
No final de 2010, o atleta não passava por um bom momento no Milan, o que atraiu o interesse de Flamengo, Grêmio e Palmeiras. A negociação foi conduzida por seu irmão e empresário, Assis, e se arrastou durante semanas, encerrando-se apenas em janeiro de 2011.
 
O atleta chegou a parecer muito próximo de um acerto com os concorrentes de Porto Alegre e São Paulo, mas acabou acertando com o Flamengo, revoltando a torcida gremista, que esperava o retorno do atleta que foi revelado na equipe para se sagrar o melhor jogador do mundo por duas vezes consecutivas. Além disso, a postura de Assis foi criticada, com alegações de que ele teria enganado os outros clubes interessados no jogador e feito um leilão por ele.
 
Ao chegar à Gávea, Ronaldinho foi recebido com muita festa: cerca de 20 mil torcedores foram ao estádio para comemorar as boas vindas ao jogador. O meia conquistou logo o primeiro título que disputou no time, se sagrando campeão carioca e marcando quatro gols no estadual.
 
O ex-camisa 10 do Barcelona começou bem no Brasileirão, tendo uma atuação de gala contra o Santos na vitória por 5 a 4 na Vila Belmiro onde marcou três gols dando esperanças à torcida de que o jogador pudesse voltar à fase áurea pela qual passou na equipe catalã.
 
No entanto, o Flamengo terminou o Campeonato Brasileiro em quarto lugar e o jogador passou a se envolver em polêmicas, principalmente no relacionamento com o técnico Vanderlei Luxemburgo. O treinador chegou a pedir o afastamento de Ronaldinho após o armador ser avistado com uma mulher na concentração do Flamengo, mas quem acabou demitido foi o próprio comandante.
 
O rendimento do gaúcho foi caindo até culminar na má fase do início deste ano, quando fez parte das eliminações da equipe na primeira fase da Copa Libertadores e nas semifinais da Taça Guanabara e da Taça Rio.
 
No final, com problemas pessoais pelo delicado estado de saúde de sua mãe e com o Flamengo devendo parte do dinheiro prometido a ele por conta do fracasso de uma parceria com a Traffic para custear o jogador, o atleta ficou sem treinar desde o início desta segunda-feira e anunciou o fim de sua passagem pelo rubro-negro carioca.
 
Gazeta Esportiva

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário