01/09/2015 - Médico e promotora passam bem e professora é encaminhada a Goiânia após explosão de lancha

01/09/2015 - Médico e promotora passam bem e professora é encaminhada a Goiânia após explosão de lancha

A professora Laurieny, do colégio Cristino Cortes de Barra do Garças, foi encaminhada para Hospital de Queimaduras de Goiânia no domingo (30/08) logo após a explosão de uma lancha em que ela participava de um passeio pelo rio Araguaia. Estavam na embarcação mais cinco pessoas, entre elas, o médico Rodrigo Mascarenhas e a esposa, a promotora Ana Carla e o filho menor que passa bem. 

Como a professora queimou 30% do corpo, do quadril para baixo com queimaduras de 3º grau, por uma precaução os médicos acharam por bem transferi-la para um hospital especializado em tratamento de queimaduras. Laurieny que esteve hospitalizado em setembro do ano passado com um princípio de aneurisma em Goiânia.

Segundo informações do Corpo de Bombeiros, a família do médico estava passeando pelo rio na lancha quando houve uma pequena explosão perto da rampa do Porto do Baé e rapidamente o fogo se alastrou. Só deu tempo para os ocupantes pularem no rio e se salvarem. A lancha ficou totalmente destruída.

A professora foi atendida como também os demais ocupantes da lancha inicialmente no Pronto Socorro de Barra do Garças e depois foram transferidos para Hospital Cristo Redentor. “Eles foram bem atendidos no Pronto Socorro e as famílias agradecem aos profissionais daquela unidade de saúde”, comentou um amigo, na manhã de segunda-feira.

O médico Rodrigo não quis comentar o incidente e disse que não sabe o que teria motivado a explosão e conseqüentemente o incêndio na lancha e uma das hipóteses que pode ter provocada essa situação seria o resto de gasolina no fundo do casco da lancha perto do motor e ao bater numa pedra pode ter lançado uma fagulha em cima.

 

Ronaldo Couto

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário