01/10/2013 - Secopa deve fazer mutirão se quiser entregar Arena Pantanal até dezembro, afirma TCE

Com o atual ritmo de trabalho na execução das obras da Arena Pantanal, que sediará os jogos da Copa do Mundo em junho de 2014, o estádio não fica pronto a tempo até o dia 31 de dezembro próximo, prazo firmado em contrato entre o Estado e a Federação Internacional de Futebol (Fifa). A afirmação consta no relatório elaborado pela equipe de auditoria da Secretaria de Controle Externo (Secex) de Obras e Serviços de Engenharia do Tribunal de Contas do Estado (TCE), e divulgado durante coletiva na tarde desta segunda-feira (30).

 

Contudo, o conselheiro Antônio Joaquim, relator permanente das contas da Secopa disse que ainda é possível finalizar a obra no prazo firmado com a Fifa. Mas para isso, o governo do Estado por meio da Secretaria Extraordinária da Copa do Mundo (Secopa), precisa, na avaliação do TCE, “adotar providências energéticas para ontem, para acelerar de forma expressiva os trabalhos e compensar os atrasos apontados no relatório técnico, sob pena de comprometer a conclusão da Arena Pantanal no prazo limite estipulado pela Fifa”, ressaltou o conselheiro.

 

Na condição de cidadão preocupado com o andamento das obras do estádio, Antônio Joaquim diz que faria a seguinte seugestão ao governador Silval Barbosa (PMDB): “Acho que o governador deveria ter um xerife nessa obra de dia e de noite, uma figura com autoridade para cobrar e mandar. Responsável por repassar tudo o que acontece a ele [governador]”, disse o conselheiro ao ressaltar essa é apenas sua opinião como cidadão. “Mas quem sou eu para dar pitaco na gestão dele”, pontua.

 

Neste novo relatório apresentado pelo TCE, não consta mais o percentual de conclusão da obra. Após visita in loco, para constatação dos trabalhos no canteiro da Arena Pantanal, a equipe do Tribunal decidiu informar apenas se o estádio fica ou não fica pronto no tempo combinado com a Fifa. “E nossa conclusão é que sim, é possível finalizar a obra, mas desde que seja criado um novo cronograma de trabalhos porque se continuar cumprindo o cronograma normal vai dar problema”, enfatizou Antônio Joaquim afirmando que está descartada a possibilidade de conclusão da obra física no dia 31 de outubro conforme estava estipulado no contrato firmado com a empreitera responsável pela construção do estádio, a Mendes Júnior. 

 

Itens avaliados

Para se chegar a conclusão de que a Arena Pantanal não fica pronta até 31 de dezembro se não for realizado um mutirão para tocar a obra, equipe de auditoria do TCE se baseou até a data de 18 de setembro. O documento foi confeccionado de maneira dirente dos demais relatórios divulgados anteriromente. Antônio Joaquim explica que base técnica utilizada foi a “Curva ABC” que consiste num método de classificação de informações separando os itens de maior impacto no cummprimento do prazo contratual. Foram avaliados 23 itens, como gramado, piso externo, iluminação, assentos colocação das estruturas metálicas, TI (tecnologia da informação) e outros.

 

Contratos

Na coletiva, o conselheiro ressaltou que outra mudança na forma de avaliar o andamento da obra é que passaram a ser levados em conta 3 instrumentos contratuais. O contrato 9/2010 que diz respeito à conclusão por completa da nova Arena, o contrato 26/2013 que trata do fornecimento de materiais, equipamentos e prestações de serviços técnicos especializados para implementação de diversos sistemas (TI) e o contrato número 33/2013 que dispõe sobre a compra e instalação dos assentos do estádio.

 

Assim, o TCE não avalia mais o percentual de evolução da obra e sim sua viabilidade técnica para ser concluída no prazo. As vistorias nos canteiros de obras do estádio foram realizadas pelos auditores André Luiz Souza Ramos, Benedito Carlos Teixeira Seror, Yuri Garcia Silva e Waldir Marinho da Silva, sob a supervisão de Narda Consuelo Vitório Neiva Silva.

 

Governo

Por meio da assessoria de imprensa, a Secopa afirmou as medidas para acelerar o andamento da obra já foram tomadas e continuam sendo implementadas. Justificou que hoje existem 1.750 trabalhadores no canteiro de obra divididos em diversas frentes de trabalho que já foram instaladas. Garantiu que o governo do Estado já está "tomando todas as medidas para cumprir a meta de concluir e entretar a Arena Pantanal até 31 de dezembro, no prazo contratual firmado com a Fifa".

 

Welington Sabino

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário