01/10/2014 - Várzea Grande: Operação da Delegacia Fazendária leva à apreensão de R$ 1,3 mi em semijoias

Uma operação da Delegacia Especializada em Crimes Fazendários e Contra a Administração Pública, da Polícia Judiciária Civil, em conjunto com a Secretaria de Estado de Fazenda, culminou na apreensão de mais de R$ 1,3 milhão, em semijoias, na segunda-feira (29.09).

As peças estavam em poder três mulheres, vendedoras das empresas Herreira Indústria e Comércio Ltda e Aulore Importação e Exportação, ambas com sedes em Goiânia, estado de Goiás.

As vendedoras desembarcavam no aeroporto Marechal Cândido Rondon, em Várzea Grande,  com 3 malas contendo as semijoias, quando foram surpreendidas pelos policiais civis e agentes de Tributos Estaduais. As peças continuam nas etiquetas codificadas o preço da venda dos produtos no atacado e no varejo, totalizando R$1.346.254,00.

O delegado Rogers Elizandro Jarbas, informou que na sexta-feira (26.09) passada a Delegacia recebeu denúncia de sonegação fiscal, que foi apurada pelo núcleo de inteligência da unidade, que constatou o crime o contra a ordem tributária, praticado pelas proprietários das duas empresas goianas. "Como as semijóias não estavam acompanhadas dos documentos fiscais exigidos por lei, além do procedimento criminal, foram lançados tributos e multas", disse o delegado.

As multas e tributos somados atingiram o montante de R$ 690.435,99. Todos os produtos, inclusive os equipamentos (máquinas de cartões de crédito), utilizados na comercialização, ficaram apreendidos na Delegacia Fazendária e acompanharão o procedimento criminal instaurado. 

O delegado informou que as mulheres foram ouvidas na Delegacia e responderão inquérito policial em liberdade.

 

 

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário