01/10/2015 - Pintor confessa seis assassinatos

O pintor Jorge Luz Morais de Oliveira, de 41 anos, que foi preso suspeito de matar pelo menos sete pessoas e enterrar ossadas na casa dele dentro da favela Alba, no Jabaquara, na zona sul da capital, confessou, por volta da 14h desta terça-feira (29), que assassinou cinco mulheres. O homem já havia confessado ter matado Carlos Neto Alves de Matos Junior, o Macabéa, de 19 anos.

A confissão dos crimes foi feita ao delegado Edilzo Correia de Lima, do 16º Distrito Policial (Vila Clementino). De acordo com o delegado, apesar de ser extremamente frio ao confessar os crimes, o maníaco admitiu estar arrependido. A polícia acredita que pelo menos três ossadas sejam mulheres que desapareceram no bairro.

A polícia também encontrou roupas infantis no local e desconfia de que entre as vítimas possa haver crianças. Também foi apreendido um fogão ensanguentado, mas não há indícios de canibalismo, informou a polícia.

O delegado vai requisitar à polícia científica exames de DNA para comprovar a identidade das vítimas. A polícia chegou a afirmar ter encontrado oito corpos, mas, até o momento, apenas sete foram confirmadas.

 

 

R7

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário