01/11/2012 - Marinha envia navio em reforço à missão de paz no Haiti

 

Rio de Janeiro – A Marinha enviou hoje (31) mais um navio em reforço à Missão de Estabilização das Nações Unidas no Haiti (Minustah). O navio de desembarque de carros de combate Garcia d'Ávila partiu da Base Naval da Ilha de Mocanguê, em Niterói, com a missão de transportar material da Força de Fuzileiros Navais e do Exército.

O objetivo é contribuir com o esforço logístico às tropas brasileira no Haiti, levando equipamentos de apoio e trazendo para o Brasil material e veículos para reparo e manutenção. As missões navais da Marinha no Haiti ocorrem desde 2004, quando desembarcaram no país os primeiros contingentes brasileiros com o propósito de garantir a paz e a estabilidade política.

O Garcia d'Ávila foi incorporado em 2007, mede 140 metros de comprimento e tem capacidade de transportar mil toneladas de carga. Ele leva para o Haiti um contingente de 388 pessoas, entre tripulantes e pessoal de apoio.

O comandante do navio, capitão de mar e guerra Paulo Ricardo Finotto Colaço, disse que a embarcação está transportando desde itens pequenos até grandes máquinas, incluindo uma retroescavadeira, um veículo distribuidor de asfalto e três viaturas de transporte. A embarcação leva ainda materiais oriundos de doações para o povo haitiano, como um contêiner com colchões e um lote de camas desmontadas, além de 8 toneladas de carne congelada.

Colaço tem 30 anos de Marinha e está indo pela primeira vez ao Haiti no comando do Garcia d'Ávila. “É uma grande satisfação poder comandar uma missão humanitária desta importância”, disse ele. O navio fará algumas paradas técnicas pelo caminho e chegará ao Haiti no dia 19 de novembro.

 

Vladimir Platonow
Repórter da Agência Brasil