01/11/2015 - Maluf está certo em cobrar o Executivo, diz Taques

O governador do estado Pedro Taques (PSDB) reconheceu que o presidente da Assembleia, Guilherme Maluf (PSDB), tem razão em cobrar os repasses do duodécimo que estão em atraso desde janeiro deste ano. O montante chega a R$ 78,1 milhões. "Encontramos um estado numa situação financeira ruim. O Maluf está certo em cobrar".

Sobre o projeto da Lei Orçamentária Anual (LOA) 2016 com previsão orçamentária de R$ 16,035 bilhões, encaminhado para a apreciação no parlamento, Taques preferiu não entrar na discussão e que o secretário de Estado de Planejamento, Marco Marrafon, estaria apaziguando a situação com os deputados.

Maluf vem cobrando maior repasse ao Legislativo que ficou apenas com crescimento previsto de 3,12%, passando de R$ 446 milhões para R$ 460 milhões, enquanto para o Poder Judiciário a previsão é de 28,05%, saltando de R$ 1,054 bilhão para R$ 1,350 bilhão.

Ao Ministério Público Estadual (MPE), o aumento será de 26,81%, passando de R$ 352 milhões para R$ 446 milhões, no Tribunal de Contas do Estado (TCE) o reajuste será de 31,8%, saltando de R$ 226 milhões para R$ 344 milhões. A Defensoria Pública terá aumento de 21,24% e vai de R$ 100 milhões para R$ 123 milhões.

 

 

Fernanda Leite, especial para o GD

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário