02/11/2015 - Lucas do Rio Verde é a 5ª melhor cidade do país para negócios

Em uma pesquisa divulgada pela revista ExameLucas do Rio Verde (350 km de Cuiabá) foi eleita a quinta melhor cidade do Brasil para se fazer negócios.

 

A avaliação foi feita com municípios que possuem de 50 mil a 100 mil habitantes - e considerou a combinação de bons indicadores econômicos, com elevadas taxas de qualidade de vida.

 

A pesquisa foi encomendada pela revista Exame à consultoria Urban System, que pontuou os municípios em uma escala que ia até 30. Lucas do Rio Verde obteve 14,01 pontos.

 

A primeira colocada no ranking foi a cidade de Vinhedo (SP), com 15,81 pontos. Paulínia (SP) ficou em segundo lugar, sendo seguida pelo município de Nova Lima (MG), em terceiro, e Jaguariúna (SP), que ficou em quarto lugar.

 

Conforme relata a pesquisa, as cidades que integram a lista apresentam indicadores econômicos superiores aos da média brasileira.

 

Em parte da reportagem que aborda alguns dos municípios que encabeçam a lista, a revista destaca a história do município mato-grossense.

“Há cidades que nasceram com vocação para atrair investimentos. Um exemplo é a mato-grossense Lucas do Rio Verde, fundada há 33 anos numa fronteira agrícola, a 350 quilômetros de Cuiabá. Com  60 mil habitantes, Lucas do Rio Verde é a quinta colocada no ranking da consultoria Urban Systems”, diz trecho da reportagem.

 

O Produto Interno Bruno (PIB) per capita da cidade, conforme destaca a revista, é de R$ 50 mil. O valor representa o dobro da média nacional.

 

“Seu crescimento populacional veio na esteira do agronegócio: as fazendas locais são responsáveis por 1% da produção nacional dos grãos”, diz outro trecho.

 

A distância entre o município mato-grossense e os grandes centros também foi abordada na publicação nacional especializada em economia.

 

“Lucas do Rio Verde é uma ilha de prosperidade isolada, mas o mais comum é que as pequenas notáveis estejam perto de centros maiores. É o caso de Vinhedo e Paulínia, a segunda colocada no ranking”, relata a reportagem.

 

Cuiabá entra em lista

 

O ranking também enumerou as cidades com mais de 100 mil habitantes com as melhores condições para a realização de negócios. As avaliações também foram feitas a partir de um total de 30 pontos possíveis.

 

Cuiabá figura na lista em 36º lugar no ranking, com 10,90 pontos. Outra cidade mato-grossense que está entre os 100 municípios é Sinop, que aparece em 46º lugar, com pontuação de 10,36. A terceira, e última cidade do Estado a entrar no ranking é Rondonópolis, com pontuação de 9,94 pontos, ficando assim em 65º lugar.

 

Barueri (SP) é a primeira colocada nesse ranking, com 14,99 pontos. Brasília (DF) ficou em segundo lugar, sendo avaliada em 14,54 pontos. A terceira colocação no ranking é do município de Macaé (RJ), que obteve 14,48 pontos.

 

Conforme o levantamento, as cidades mais promissoras se concentram no Sudeste e no Sul do País. Na região Centro-Oeste, Goiás lidera a lista dos 100 municípios com mais de 100 mil habitantes, com quatro cidades. Logo em seguida surge Mato Grosso, que possui três municípios no ranking.

 

De acordo com a reportagem publicada pela Exame, para elaborar o ranking das melhores cidades do Brasil para se fazer negócio foram analisados 28 indicadores. Cada indicador teve peso conforme sua importância.

 

Entre os indicadores analisados pela pesquisa estão: crescimento populacional, população economicamente ativa, percentual de chefe de família da classe A, Índice de desenvolvimento econômico e social e evolução do índice de desenvolvimento humano.

 

 

 

Vinícius Lemos 
Da Redação 

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário