02/01/2012 - Mato Grosso fecha 2011 com 105 caixas eletrônicos arrombados

 

A Segurança Pública começa a registrar queda nos ataques a caixas eletrônicos em Mato Grosso. O ano de 2011 fechou com uma ligeira redução de 11% nas estatísticas em relação a 2010. A Polícia Judiciária Civil registrou 105 arrombamentos de terminais de auto-atendimento em 2011, treze casos a menos que 2010, que sofreu 118 ataques. 
 
A redução ainda é maior quando se comparada às duas modalidades praticadas pelos bandidos para retirar dinheiro dos terminais: o maçarico e o explosivo. Em 2011, os arrombamentos com o uso do maçarico caíram para 43%, em relação a 2010. Em agosto de 2011, o Estado de Mato Grosso passou a registrar os primeiros casos de ataques com explosivos, fechando com 38 terminais dinamitados. 
 
O maçarico foi à primeira ferramenta utilizada pelos bandidos para arrombar os caixas, desde o ano de 2008, quando foram registrados 14 casos. No ano seguinte ocorreram 31 ataques e a explosão se deu em 2010, quando a prática passou a ser dominada por dezenas de bandidos do Estado e de outros, que atuam em Mato Grosso nos arrombamentos. 
 
As ocorrências de arrombamentos de caixas eletrônicos estão centralizadas na Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO). Para a delegada adjunta, Ana Cristina Feldner, os bandidos que atuam no segmento criminoso não agem somente no seu Estado. A medida que se tornam conhecidos da polícia, passam a migrar para outros estados. “Uma prova disso é a quantidade de infratores daqui detidos em outros estados”, destaca. 
 
Assim como eles migram para outras regiões, o Estado de Mato Grosso também passou a receber bandidos de outras localidades. “Eles migram, há um intercâmbio entre eles. Até porque os rostos deles passam a ser muito conhecido no local. Então isso vai dificultando a ação deles aqui. Em razão disso é que vão fazendo a migração para outros estados”, explica à delegada. ( Com informações da PJC)
 
 
Da Redação - LP

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário