02/03/2011 21h:36 Centro profissionalizante construído por Silval em Matupá está abandonado

Construído na administração do então prefeito Silval Barbosa, hoje governador do Estado, o Centro Público de Formação Profissionalizante e Escola Agro técnica de Matupá está abandonado. A obra foi inaugurada em 04 de Julho de 1996 pelo governador Dante Martins de Oliveira.

Na época uma das grandes obras da administração que anunciava a instalação no local de uma escola agrícola. Ao longo do tempo o prédio ficou abandonado e sem utilização por parte da Prefeitura ou algumas de suas Secretarias.

O terreno como foi doado pela Agropecuária do Cachimbo S/A. Uma área de aproximadamente 135 Hectares. Os recursos provenientes do Governo do Estado, através da Secretaria de Educação, Governo Federal, Através do Ministério da Educação e Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), com contra partida da Prefeitura Municipal.

Na época foi criada ainda a Associação para o Desenvolvimento do Ensino Agrícola de Matupá (Ademapa), que tempos depois deixou de existir uma vez que a escola Agrícola não foi instalada, conforme havia prometida a administração municipal.

Na administração do prefeito Sergio Muniz (Serjão), o local ainda estava em completo abandono. Em 1999, o então governador Dante de Oliveira,criou o Programa Xané, dirigido principalmente a crianças carentes, Serjão resolveu instalar naquele local o programa que emprestou o nome ao prédio.


Foto: Matupá News



 

Com a mudança de governo em 2003, o programa Xané deixou de existir, mas se tornou a menina dos olhos do então prefeito Valter Miotto, que resolveu manter o programa com recursos da Prefeitura , o programa passou a chamar-se Projeto Aplauso. Lá foram mantidos todos os funcionários que estavam já na época do Serjão e a escola atendia aproximadamente 150 alunos filhos de famílias carente do município, as crianças eram atendidas em horário integral.

Valtinho manteve a escola com recursos próprios e de convênios com o estado através do Projeto Aplauso por todo o seu mandato. Aliado a ele estavam os professores e diretores da escola que se desdobravam no trabalho, criando projetos e oficinas acompanhando a grade curricular despertando nas crianças à vontade em apreender e alegria enquanto estavam fora de casa.

Para o Projeto Xané, como ainda é conhecido, os professores, diretores e amigos da escola elaboravam projetos que dotaram a escola de infraestrutura como laboratório de informática, adquirido pela administração na época  o melhor laboratório do município, cerca de 15 computadores.

Foto: Matupá News
 

Ali estudavam mais de 200 alunos e a previsão era a de que esse número seria ainda maior com decorrer dos anos. Esses alunos eram filhos de famílias carentes, em muitos casos criados apenas pelas mães, pelo pai ou mesmo pelos avos e em muitos casos a alimentação que tinham diariamente era somente na escola. Os professores que lá atuavam disseram que eles tinham projetos elaborados que daria sustentação à escola através de parceria com o comercio local.

Há cerca de pouco mais de um ano a escola foi fechada e o projeto Xané foi extinto, deixando centenas de crianças abandonadas nas ruas da cidade, já que em sua maioria seus pais têm que trabalhar para manter o sustento da casa. (Matupá News)

Blog da Sandra Carvalho