02/03/2013 - Riva participa da posse do novo presidente do TJ

Presidente da AL-MT ressaltou a harmonia e respeito entre os poderes. Desembargador Orlando Perri assumiu o Poder Judiciário

 

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado José Riva (PSD), participou na tarde desta sexta-feira (1), da posse do novo presidente do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJ-MT), desembargador Orlando Perri. A cerimônia foi realizada na sede do Poder Judiciário.

Também tomaram posse para o biênio 2013/2015 da nova diretoria do Tribunal de Justiça, os desembargadores Márcio Vidal, no cargo de vice-presidente e Sebastião de Moraes Filho, como corregedor-geral da Justiça.

 

Riva compôs a mesa de autoridades com Perri, além do governador do Estado, Silval Barbosa (PMDB); o procurador-geral de Justiça, Marcelo Ferra; o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil seccional Mato Grosso (OAB-MT), Maurício Aude; o corregedor-geral do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), Francisco Galvão; o ministro do Superior Tribunal de Justiça (STF), Antônio Herman; e o presidente da Associação de Magistrados Brasileiros (AMB), Nelson Calandra.

 

De acordo com o presidente da Assembleia Legislativa, a participação no evento representa a harmonia e respeito entre os poderes constituídos. “A participação do governador do Estado e do presidente do legislativo na posse da nova diretoria do Poder Judiciário representa a harmonia entre os poderes, apesar da independência de cada um. A sociedade é a principal beneficiada com esse respeito que existe”, afirmou Riva.  

Durante o discurso de posse, o novo presidente do Tribunal de Justiça pontuou as metas para os próximos dois anos. “Melhorar a estrutura funcional e administrativa do Poder Judiciário; implementar os processos jurídicos, eletrônico e judicial; aumentar a prestação de contas a sociedade ampliando as ferramentas de comunicação, além de aprimorar a prestação jurisdicional, com foco na Primeira Instância”, disse Perri.

 

Perri também lembrou que os magistrados e servidores devem formar um exército para manter o bom conceito do judiciário estadual. “Sou apenas um servente que não tripudiará em derramar suor e sangue para atingir este objetivo. O mal nunca está nas instituições, e sim nos homens que o representam. Por isso, vamos nos esforçar para manter o nome do judiciário em meio à sociedade”, destacou.

 

Anteriormente, o ex-presidente do TJ-MT, desembargador Rubens de Oliveira, agradeceu os membros do Poder Judiciário e destacou as suas ações nos dois anos em que ficou no cargo. “O cidadão clama por justiça célere e eficiente. Tivemos avanços com a instalação da Turma Recursal Única, instalação do Núcleo Permanente de Métodos Consensuais de Solução e Conflitos e principalmente na posse de 43 novos juízes”. 

 

KLEVERSON SOUZA

Assessoria da Presidência

 

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário