02/04/2011 - 09h:29 Acusado de estuprar enteados é solto após passar um dia na prisão

Djalma Teodoro Alves, 36 anos, preso acusado de estuprar quatro enteados foi solto da Cadeia Pública de Barra do Bugrês (168 km de Cuiabá), após conseguir mandado de segurança em habeas corpus expedido pelo Juízo da Comarca do município. Ele foi detido em flagrante nessa quinta-feira (31), em Várzea Grande, por porte ilegal de arma de fogo.

O detento é acusado de ter mantido relações sexuais com quatro enteados durante dez anos. Apesar da grave acusação Djalma só foi preso porque portava um revólver calibre 38. Segundo os policiais militares que efetuaram a prisão, o abuso sexual foi confirmado por um dos enteados, um jovem de 21 anos, afirmou era molestado pelo padrasto desde os 10.

O jovem teria dito ainda que o padrasto estuprou suas duas irmãs, hoje com 18 e 20 anos, mantendo relação sexual com elas, quando ainda eram adolescentes. A esposa de Djalma confirmou que os filhos eram violentados pelo padrasto, mas somente nos útimos dias é que a família teria criado coragem de romper o silêncio e procurar a polícia.

O acusado seria liberado ainda nesta sexta-feira (1), mas continuou detido, pois na cela em que ele estava o presidiário Edilson Marques, 43 anos, foi executado durante a madrugada. Além de Djalma outros 13 presos, que estavam no mesmo espaço, prestarão depoimentos.

Djalma deve ser liberado nos próximos dias e os crimes de abuso sexual e cárcere privado que pesam contra ele serão investigados pela delegada da Polícia Civil de Barra do Bugrês, Luciene Barros de Lima.

Da Redação - Julia Munhoz