02/04/2011 - 09h:51 Vereador aliado chora e reclama que está sendo desprezado por prefeito

O vereador Sávio Carvalho (PDT) desabou a chorar durante um programa de TV, nesta sexta-feira (1), em Barra do Garças, ao falar dos seus problemas na presidência do Barra e do que ele chamou de desprezo do prefeito Wanderlei Farias (PR) à pessoa dele como vereador de sustentação. Mesmo sendo do grupo de Farias, Sávio reclamou que está endividado com o time do Barra pois já gastou mais de R$ 360 mil do seu bolso no time.

A entrevista aconteceu no jornal da TV Serra Azul, apresentado por Reinaldo Silva. Em um certo momento da reportagem ao vivo, o vereador começou a chorar falando das dificuldades financeiras para manter o time no campeonato. Ele alegou que não merece isso porque sempre lutou pelo time do Barra e ajudou na aprovação dos projetos encaminhados pelo chefe do Executivo numa referência ao suposto desprezo do prefeito.

O pedetista explicou que colocou dinheiro dele no time confiando que iria recuperar com os patrocínios e rendas, entretanto esse fato não aconteceu. E para complicar não está conseguindo obter um patrocínio prometido pela prefeitura no de R$ 70 mil, cujo valor fo iretido pelo prefeito sob alegação de que o Ministério Público é contra o repasse da verba ao clube. 

Entretanto o vereador afirma que houve somente uma notificação do MPE, todavia os promotores já foram informados que o recurso é para o departamento amador do Barra fato perfeitamente aceitável.

Sávio acredita que está sendo desprezado pelo prefeito, pois o chefe do executivo teria como 'driblar' essa situação e ajudar não a ele, mas sim o time do Barra. O choro de Sávio escancarou o que tudo mundo já sabia que é bom o clima entre o vereador e o prefeito republicano, que é considerado um homem ‘duro’ em qualquer negociação.

O impasse entre eles começou no início do ano quando surgiu o comentário que ajuda ao time do Barra seria de R$ 140 mil, entretanto Farias negou e liberou somente R$ 70 mil.

Mesmo com a indiferença do prefeito, o vereador informou que não pretende sair da base política do republicano. Sávio confirmou que está fazendo 'vaquinha' na cidade para levar o time para Cuiabá, pois domingo tem jogo contra o Mixto.

O parlamentar explica que ouviu dos promotores Marcos Brant e Wesley Lacerda que não existe proibição e sim uma recomendação, todavia tendo a prestação de contas é possível liberar o dinheiro para o Barra. “Um dos promotores chegou a brincar que o prefeito só não dá esse recurso se não quiser mesmo”, aumentando a suspeita de um problema entre o vereador e o prefeito.

 

De Barra do Garças - Ronaldo Couto