02/05/2011 - 09h:45 A Polícia Civil apreende 1,3 kg de pasta-base em Água Boa

 Após 90 dias de intensas investigações, duas pessoas foram presas na noite de sexta-feira (29.04), por investigadores da Polícia Judiciária Civil do Centro Integrado de Segurança e Cidadania de Água Boa (730 km a Leste). Michelli Gonçalves da Silva, 21 e Francisco Carlos da Silva, o “Chiquinho da Naja”, 38 anos, são acusados de tráfico de drogas.

 
Na noite de sexta-feira, por volta das 21h30, na estação Rodoviária da cidade, Michelli foi surpreendida pelos policiais quando chegada de viagem. Ao descer de um ônibus e embarcar em um táxi, os policiais abordaram o veículo e localizaram na bolsa da suspeita, 1,3 quilos de pasta-base de cocaína.
 
Horas depois, os investigadores conseguiram chegar até o receptador da encomenda, Francisco Carlos da Silva. O preso já cumpre pena em regime semiaberto por tráfico de drogas, em Cocalinho (923 km a Leste).
 
Os dois também são acusados de integrar uma quadrilha de traficantes que atuava na região. Michelli é esposa de Dhiongleison Carvalho da Cruz, 24, preso no dia 26 de fevereiro deste ano, juntamente com a mãe Deuzimar Gomes Carvalho, 50 e o irmão Weriscley Carvalho da Cruz, de 26 anos, por esconder drogas na tampa de uma garrafa térmica.
 
Para a polícia, Chiquinho é fornecedor de Raiara Alves de Queiroz, 24, presa no dia 1 de março deste ano, com drogas. Raiara já se encontra em liberdade, ela negou ser traficante e disse ser apenas usuária. Durante a abordagem de Francisco, a polícia apreendeu um cheque de R$ 1 mil, em nome da mãe de Raiara, que supostamente foi usado como pagamento de drogas. Além do cheque também foi apreendido cerca de R$ 1,3 mil, em dinheiro.
 
Para o delegado regional, Antônio Moura Filha, a prisão da quadrilha é resultado de muito trabalho. “A Polícia Civil de Água Boa vem dando respostas à sociedade”, afirma.
 
Os presos foram encaminhados a Cadeia Pública da cidade, onde vão responder por tráfico de drogas e receptação.
 
Assessoria/PJC-MT

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário