02/05/2016 - Nota cai e Aeroporto Internacional de MT continua sendo o pior do país

O Aeroporto Internacional Marechal Rondon, em Várzea Grande, continua sendo o pior do país, conforme revelou a pesquisa de satisfação de passageiros, realizada pela Secretaria de Aviação Civil da Presidência da República (SAC). Divulgada ontem, o exame resultou em uma média de 3,29 ao principal aeroporto do Estado, demonstrando uma queda na nota se comparada com a última avaliação apresentada pela SAC, que foi de 3,36.

 

Entre os serviços ofertados aos passageiros, o tempo na fila do Check-in foi o indicador melhor avaliado, com a nota 4,39 – isso no autoatendimento. Já na fila do gichê, a média é a segunda melhor com 4,36. A disponibilidade de transporte público para o aeroporto foi também um dos indicadores mais bem avaliados, com a nota 4,02.

 

Já nos resultados considerados medianos, estão: a sensação de segurança nas áreas públicas do terminal (3,73), limpeza geral (3,62), disponibilidade de tomadas (3,44) e conforto térmico do terminal (3,42).

 

Por outro lado, piores notas continuam sendo aos serviços ofertados como do estacionamento e da internet sem fio. O custo benefício do estacionamento, por exemplo, obteve a pior nota (2,00), seguido do custo benefício das lanchonetes e bares instalados na praça de alimentação (2,05) e qualidade da internet/wifi (2,18).

 

Vale ressaltar que a atual nota é resultado de uma avaliação aplicada no primeiro trimestre deste ano, mas, desde 2013, a pesquisa começou a ser aplicada devido aos grandes eventos que o país começou a receber, como a Jornada Mundial da Juventude, no mesmo ano, seguida pela Copa do Mundo de 2014 e agora, as Olimpíadas do Rio de Janeiro.

 

Ao todo, 15 aeroportos são alvos da pesquisa, e o Marechal Rondon se destaca, ao lado de Manaus e Natal, por ser um dos que recebe até cinco milhões de passageiros por ano. Mas, no ranking geral de satisfação dos passageiros, aparecem ao lado do Marechal Rondon os aeroportos do Galeão (Rio de Janeiro) com a nota 3,94, de Salvador com 3,71. A média geral vai de um a cinco.

 

Quando o primeiro resultado da pesquisa foi divulgado – em 2013 – o aeroporto já estava em último lugar com a média 3,43. A SAC declarou na oportunidade que o fato se dava às obras que vinham sendo executadas para reforma e ampliação do terminal. Porém, quase três anos depois e algumas melhorias, a média ainda é menor que a primeira.

 

O aeroporto segue em obras, que chegaram a ser paralisadas em 2014 e só foram retomadas no ano passado. O investimento aplicado é de R$ 83,4 milhões com a conclusão prevista para janeiro de 2017. Ainda no primeiro trimestre, a privatização do aeroporto foi autorizada pelo Governo Federal, o que deve acontecer só após a conclusão das obras.

 

Na lista dos melhores do país, estão os terminais de Campinas (4,64), Curitiba (4,61) e Guarulhos (4,44).

 

 

 

Fonte: Yuri Ramires com Diário de Cuiabá

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário