02/06/2015 - Segurança inaugura novo padrão de atendimento com a entrega da reforma da Central de Ocorrências

O governador Pedro Taques acompanhado do secretário de Estado de Segurança Pública, Mauro Zaque, e do delegado geral da Polícia Judiciária Civil, Adriano Peralta Moraes, entregou nesta segunda-feira (01.06), as obras de revitalização da Central de Registro de Ocorrências, na Avenida Tenente Coronel Duarte, em Cuiabá. 

A unidade é a principal referência da população para o registro de ocorrências policiais na capital e atende cerca de seis mil pessoas por mês. A reforma da Central de Ocorrências é o início de um padrão de atendimento da Segurança Pública, dentro de delegacias de polícia bem estruturadas, para que o cidadão se sinta acolhido pelo Estado, quando procurar pelo serviço policial. 

 

Depois de descerrar a placa da obra de revitalização e conhecer as novas instalações da unidade policial, o governador Pedro Taques disse que o Estado irá desenvolver um modelo padrão de delegacia, para humanizar o atendimento ao cidadão e para que os servidores possam exercer sua atribuição com decência. 

 

“Aqui nos vamos dar um atendimento humanizado ao cidadão, aquele que é o cliente do Estado. O Estado só serve para bem atender o cidadão, mas não podemos deixar de esquecer da ambiência laboral. O local que os servidores públicos trabalham precisa ser um ambiente digno. Delegados de polícias, escrivães e investigadores, estagiários, atividade meio, precisam de um atendimento compatível com o momento que vivemos”, destacou. 

O secretário de Estado de Segurança Pública, Mauro Zaque, destacou que a reforma da unidade policial mostra a preocupação do Estado com as pessoas, com o servidor público e, sobretudo, é um reconhecimento à Polícia Judiciária Civil. “Esse é o primeiro passo para que cada servidor, escrivão, delegado, investigador, possa trabalhar dentro de uma unidade com dignidade, nova e humanizada. Nosso objetivo é que cada um dentro do nosso Estado, possa, a partir desse primeiro passo, também desfrutar dessa dignidade e assim desenvolver seu trabalho em toda sua plenitude”, afirmou. 

 

As próximas delegacias a serem reformadas serão o prédio da 2ª Delegacia de Polícia- Carumbé, onde está instalado a Central de Flagrantes, em Cuiabá, e o Plantão de Várzea Grande, na Avenida Filinto Muller. 

Para o delegado geral da Polícia Judiciária Civil, Adriano Peralta Moraes, a estruturação da nova Central de Ocorrências deve ser regra para se alcançar excelência na prestação do serviço policial. Peralta destacou, que além da Central, o cidadão pode procurar a Delegacia Virtual (www.delegaciavirtual.mt.gov.br) para comunicação de delitos, uma vez que a Secretaria de Segurança Pública trabalha para ampliar a plataforma da unidade virtual para o registro do boletim pela internet. 

“É um atendimento mais humanizado, ambiente limpo, otimizado. Só neste prédio são registradas cerca de 70 mil ocorrências policiais ano e mais 40 mil na Delegacia Virtual. Estamos trabalhando para ampliar a plataforma do registro virtual, para incluir outros crimes como injuria, calúnia, difamação, ameaça, e alguns tipos de roubo, para que o cidadão possa acessar de sua casa e registrar outras modalidades de crime”, frisou Peralta. 

A obra 

Para concretização da reforma, a Segurança Pública investiu cerca R$ 130 mil na compra de materiais permanentes, como móveis e equipamentos, e o proprietário do imóvel custeou R$ 90 mil, em benfeitorias como pinturas e revestimentos no piso, reforma geral nos banheiros, instalação elétrica, hidrosanitária, rede lógica e instalação de luminárias. 

 

A pintura do prédio está inserida na padronização de cores das Delegacias de Polícia, dentro da nova identidade visual da Polícia Civil. As instalações também obedecem às normas de acessibilidade para deficientes físicos e oferece melhores condições de trabalho para policiais e atendimento à população. 

 

“Estamos construindo uma nova metodologia de atendimento. A ideia é apresentar à sociedade um novo conceito de atendimento, primando sempre pela qualidade, para que o cidadão se sinta acolhido pelo Estado, dentro de prédios bem estruturados e pessoas qualificadas”, destacou a diretora de Execuções Estratégicas, Maria Alice Barros Martins Amorim, responsável por toda a obra. 

 

Vinte servidores estão lotados na Central de Ocorrências e trabalham em turnos, de segunda a domingo, 24 horas, para a confecção de boletins. O delegado Roberto Pereira Amorim é o titular da 1ª Delegacia de Polícia, que administra a Central de Ocorrências.

 

 

LUCIENE OLIVEIRA
Assessoria/PJC-MT

 

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário