02/07/2011 – 18h:30 Parque de MT retira vendedores após animais comerem churros e pipoca

Visitantes alimentam animais com algodão doce, churros e pipoca.
Lei criada em Sinop impede vendedores ambulantes em Parque Florestal
.

Uma lei aprovada em Sinop, a 503 quilômetros de Cuiabá, determina a retirada de vendedores ambulantes do parque florestal da cidade para evitar que visitantes possam comprar alimentos e oferecer aos animais. É comum ver araras comendo algodão doce, peixes e tartarugas se alimentando com pipoca e até pássaros comendo churros.

Os alimentos são oferecidos pelos visitantes. As pessoas circulam com salgadinhos e outros alimentos gordurosos que podem colocar em risco a saúde dos animais. O Parque Florestal foi criado em 1989 e tem 106 hectares de floresta nativa. Também abriga diversos tipos de animais, entre araras, tartarugas, macacos das espécies prego, aranha e sagui, capivaras, tatus, peixes e jacarés.

A coordenadora do parque, Luciamar Tenedesi, garante que a determinação foi repassada aos ambulantes. ''É uma situação bastante crítica. Nós não queremos prejudicá-los e sabemos que é o trabalho e sustendo deles. Mas, conforme a lei, existe a proibição do comércio ambulante nas extremidades do parque", ressaltou.

A alimentação incorreta pode causar desequilíbrio nutricional e doenças nos animais, podendo chegar até a morte, segundo a médica veterinária Elaine da Conceição. Ela explicou que os animais do local são silvestres e têm hábitos alimentares específicos. “Os alimentos que nós consumimos não são adequados a eles. Eles consomem frutos, brotos, dependendo da espécie animal e do tipo alimentar'', frisou.

Por outro lado, a vendedora de churros, Raquel da Silva, ressalta que a decisão não impede que os animais continuem sendo alimentados. Ela aponta que os visitantes também levam comida de casa e não estariam alimentando corretamente os bichos. “Eles não deveriam se preocupar só com os bichos, deveriam se preocupar com as pessoas que trabalham aqui'', indagou.

Já para a dona de casa Noeli Vorpagel os bichinhos estão sempre com fome e, na sua avaliação, “ um pãozinho não faz mal para os animais”, acrescentou.

Do G1 MT, com informações da TVCA de Sinop

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário