02/09/2011 - Novo prefeito diz que rombo no cofre municipal chega a R$ 2,4 milhões

 

Equacionar uma dívida de R$ 2,4 milhões até o final do ano é a principal meta do novo prefeito de Tangará da Serra (240 km de Cuiabá), Miguel Romanhuk (DEM), que está a cerca de 60 dias no cargo de chefe do Poder Executivo do município. O ‘rombo’ foi constatado após levantamento feito pela equipe de governo montada pelo democrata.

Segundo a assessoria de comunicação informou, para equilibrar as contas, o prefeito em exercício cortou gastos, como a demissão de 80 servidores comissionados, desligamento de linhas celulares corporativas, entre outras reduções de despesas. Porém, a administração está procurando manter investimentos em todas as políticas públicas nos índices previstos na legislação.

Romanhuk, que era o presidente da Câmara, está no comando de Tangará desde julho, quando a Justiça afastou Júlio César Ladeia (PR) do cargo. Na última segunda-feira, o Poder Legislativo decretou a cassação de Ladeia, do vice José Jaconias e de quatro vereadores. Uma eleição suplementar deverá ser marcada.

 

De Sinop - Alexandre Alves

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário

 

OS COMENTÁRIOS É DE TOTAL RESPONSABILIDADE DOS INTERNAUTAS QUE O INSERIR. O REPÓRTER DO ARAGUAIA ONLINE RESERVA-SE O DIREITO DE NÃO PUBLICAR MENSAGENS COM PALAVRAS DE BAIXO CALÃO, PUBLICIDADE, CALÚNIA, INJÚRIA, DIFAMAÇÃO OU QUALQUER CONDUTA QUE POSSA SER CONSIDERADA CRIMINOSA. OS COMENTÁRIOS QUE CONTER NOS ITENS CITADOS ACIMA SERÃO EXCLUÍDOS. TODOS OS COMENTÁRIOS SÃO ARQUIVADOS ATRAVÉS DO IP E SERVIRÃO DE PROVAS CONTRA AQUELE QUE USAR ESTE MEIO DE COMUNICAÇÃO.