02/10/2014 - Riva denuncia Eraí Maggi por sonegação de mais de R$ 200 milhões

O deputado estadual José Riva (PSD) formalizará denúncia contra o empresário Eraí Maggi (PP) por fraude na formação de uma cooperativa e simulação de negócios. A denúncia, feita hoje por Riva, será protocolada junto ao Ministério Público Federal (MPF) e Estadual (MPE), à Receita Federal e à Polícia Civil, por meio da Delegacia Especializada em Crimes Fazendários (Defaz). 

 

De acordo com o parlamentar, a Cooperativa Agroindustrial de Mato Grosso (Cooamat), composta por Eraí Maggi e diversos membros da família Maggi e Scheffer, também tem em seu quadro de sócios diversos funcionários do empresário, que seriam seus "laranjas". Inclusive, a sede da cooperativa, na época da fundação, funcionava no grupo Bom Futuro, pertencente a Eraí. "Eraí Maggi usa essa cooperativa para não pagar impostos, porque os impostos para cooperativas são muito mais baixos do que para empresas comuns. 

 

A Cooamat é a sétima maior exportadora de grãos do país, e movimenta anualmente mais de R$ 300 milhões, mas é desconhecida. Ninguém ouve falar na Cooamat. É uma cooperativa misteriosa, que sequer possui armazéns. Além disso, a Cooamat não recebe novos cooperados e não faz negócios com não-cooperados. E a maioria dos sócios é funcionário da Bom Futuro, possuindo inclusive fazendas em seus nomes, que na verdade pertencem a Eraí", afirmou o deputado. José Riva estima que um volume de mais de R$ 200 milhões deixa de ser recolhido anualmente aos cofres públicos em impostos, em função dessa manobra de montar uma cooperativa. 

 

As cooperativas são isentas de imposto de renda, enquanto as pessoas jurídicas pagam 15%. O PIS das cooperativas sobre a folha de pagamento é de 0,65%, enquanto das empresas comuns é de 1,65%. Elas são isentas de Financiamento de Seguridade Social (Cofins), enquanto para empresas é de 7,6%. As cooperativas também são isentas de Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSSL), enquanto as empresas no regime especial pagam 9%. Em IOF, as cooperativas pagam 0,38%, enquanto as empresas pagam 6%. "Eraí, que até o momento é o maior doador individual da campanha do candidato Pedro Taques (PDT) ao governo, usaria dinheiro fruto dessa sonegação para alimentar a campanha do seu candidato", disse Riva. 

 

A Cooamat foi a maior beneficiária das operações de Pepro de milho (espécie de subsídio) do Centro-Oeste em 2013, de acordo com a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), no valor de R$ 40,5 milhões. Em segundo lugar está o ex-prefeito de Primavera do Leste, Getúlio Viana, com R$ 22,2 milhões. Eraí Maggi aparece em terceiro lugar, com R$ 18,4 milhões. Somente na sexta colocação aparece outra cooperativa, a Coop Merc Ind Prod Milho, com R$ 14,3 milhões. 

 

"Não estou dizendo que a formação da cooperativa é ilegal, mas afirmo que houve subterfúgios para que ela fosse criada, além da simulação de negócios. Eu só quero que façam com o senhor Eraí Maggi o que fazem comigo; sou investigado 24 horas por dia e alguém tem que investigar o patrimônio dele. Esses indícios podem embasar inquérito policial para verificar a ocorrência de diversos crimes", afirmou Riva.    

Da redação

 

Comentários

Data: 02/10/2014

De: INDIO CONTRIBO

Assunto: RI-VA

ESSE AÍ É O CARA, O HOMEM MAIS VERDADEIRO PRA DENUNCIAR CORRUPÇÃO, SEMPRE RESPEITOU O DINHEIRO PÚBLICO.

NAO TEM NENHUM PROCESSO, NUNCA FOI PRESO NEM IMPUGNADO.


KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

ELE CONTA UMA PIADA E EU CONTO OUTRA.

QUER QUE EU CONTO OUTRA??

ELE NAO SABE CADE OS 65 MILHOES DESVIADOS PRA CONTA DO COMENDADOR ARCANJO ENTRE 1998 E 2001, DURANTE A PRESIDENCIA DELE NA ASSEMBLEIA LEGISLATIVA.

MAIS UMA?? ESSE É A NOVA.

No relatório o conselheiro explica que ao analisar a frota de 24 veículos Corolla que a Assembleia dispunha e o valor gasto com combustível, “seriam necessários aproximadamente oito anos para consumir o volume registrado pela AL/MT como de consumo de gasolina apenas do último trimestre de 2011 (1.234.875,22 litros)”. MAIS DE UM MILHAO DE LITROS DE COMBUSTIVEL, SEGUNDO TCE.


“Conclui-se que não existe possibilidade real de um veículo consumir em média 216 litros de gasolina e rodar 1.080km em um dia”, de acordo com o relatório do TCE.

MAIS UMA??

Riva e o conselheiro afastado do Tribunal de Contas, Humberto Bosaipo, são apontados como responsáveis pelo desvio de cerca de R$ 2,6 milhões dos cofres públicos.

----------------

FECHA A CONTA E PASSA A RÉGUA.

Novo comentário