02/10/2015 - PM prende suspeitos de integrarem quadrilha de roubo de gado

02/10/2015 - PM prende suspeitos de integrarem quadrilha de roubo de gado

A Polícia Militar prendeu, na noite de quarta-feira (30), dois suspeitos de integrarem uma quadrilha de roubo de gado em Poconé (100 km ao Sul de Cuiabá).

 

A dupla também é suspeita de matar o produtor rural Cícero Medeiros, 59, e o empresário Rodrigo Botelho, 39, no dia 13 de setembro.

 

As prisões foram efetuadas na região do KM 120 e ambos foram encaminhados para a Central de Flagrantes de Várzea Grande.

 

O primeiro a ser preso foi Paulo César de Moraes Filho, 25, apontado como o líder da quadrilha. Interrogado na delegacia, ele apontou o segundo preso, Anderson de Oliveira Silva, 23, como membro da quadrilha.

 

Conforme o boletim de ocorrência nº. 2015.290804, Paulo César foi preso por volta das 18h, por posse irregular de arma de fogo de uso permitido.

 

Segundo consta no B.O., uma guarnição da Força Tática da PM fazia rondas pela região da Comunidade 120 quando foi informada por populares de que Paulo César seria conhecido na região por ter posse de armas de fogo, além de ser suspeito de ter cometido o duplo homicídio, semanas atrás.

 

Ao abordarem Paulo César em sua residência, os PMs fizeram buscas na casa e apreenderam um revólver calibre 38, além de oito munições calibre 38 e 17 munições calibre 22, todas intactas.

 

O suspeito teria afirmado, então, ter uma espingarda calibre 22, que estaria na fazenda de seu sogro, no Município (Fazenda Sangradouro). A PM fez buscas na fazenda citada, bem como na casa do pai do suspeito, na Comunidade Rodeio, mas nada foi encontrado.

 

Porte ilegal

 

Após indicação de Paulo César, a PM foi acionada e efetuou a prisão de Anderson Silva, que estaria em posse de armas de fogo utilizadas pela quadrilha durante os roubos de gado de elite na região.

 

Anderson foi encontrado por volta das 22h, nas imediações do posto 120, onde, segundo o boletim de ocorrência nº 2015.290969, ele teria confessado ter escondido quatro armas e munições em uma região de mata, próximo de uma fazenda onde ele havia trabalhado.

 

No local, foram encontradas três espingardas (calibres 38, 44 e 32) – sendo uma Bolt e duas com numeração raspada –, uma garrucha calibre 28 (sem numeração e marca) e 28 munições intactas – sendo 12 de calibre 38 e 12 de calibre 22.

 

Além disso, foram apreendidas também cinco munições deflagradas, sendo duas calibre .32 e três calibres 44, 38 e 36.

 

À Polícia, Anderson disse Paulo César era o líder do bando, sendo auxiliado pelo cunhado – ambos conduziam o caminhão de Paulo, com o gado roubado - e que “Paulão”, pai do suspeito, seria o responsável pela venda dos animais.

 

Duplo homicídio

 

O duplo homicídio pelo qual os dois homens também são suspeitos de serem autores ocorreu em frente à residência de Cícero Medeiros, próximo ao Posto 120.

 

Cícero foi secretário de Obras do Município de Chapada dos Guimarães (67 km ao Norte de Cuiabá). Já Rodrigo era empresário em Várzea Grande. 

Ambos conversavam em frente à residência quando foram executados. A caminhonete Hilux de Rodrigo chegou a ser levada pelos criminosos – sendo abandonada em Nossa Senhora do Livramento -, para disfarçar as mortes como fruto de um latrocínio (roubo seguido de morte).

 

O duplo homicídio está sendo investigado pela Delegacia de Poconé. A Polícia suspeita que o crime seja uma retaliação, já que Cícero havia denunciado uma quadrilha de roubo de gado que agia na região e estaria recebendo ameaças.

 

 

 

Da Redação

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário