02/12/2014 - Assassino mata rival a facadas, corta a barriga da vítima com a mesma faca, retira as víceras e deixa ao lado do corpo

Brutalidade. Um homem ainda não identificado foi morto de uma das maneiras mais frias, covardes e brutais dos últimos anos. O assassino, segundo constatou a Polícia, além de esfaquear a vítima por várias vezes, quando o homem agonizava ainda teve as vísceras extirpadas com a mesma faca. “O assassino cortou a barriga da vítima, retirou as vísceras e as deixou ao lado do corpo. Eu nunca vi tanta frieza e brutalidade”, comentou um morador.


O corpo da vítima sem as vísceras foi encontrado por populares na madrugada desta sexta-feira, 28, na Rua Mato Grosso, no bairro Mapim, em Várzea Grande (Grande Cuiabá). As cenas chocantes revoltaram a comunidade, mesmo sem conhecer a vítima. “Esse homem não mora aqui no bairro não”, disse uma mulher.


O corpo foi liberado do local do crime por investigadores da Delegacia de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP), chefiados pelo delegado Antonio Carlos Araújo para o Instituto Médico Legal (IML).


Como a vítima não tinha documentos, o corpo da vítima deu entrada no IML como Não Identificada (NI), onde continuava até por volta das 18 horas deste domingo, 30, o último do mês de novembro.


Também até às 18 horas deste domingo, a policiais da DHPP ainda não haviam sido acionados para atender nenhuma ocorrência. Ou seja, depois de dois dias com muita violência e um dos mais brutais do ano, a DHPP, caso o domingo continue calmo, fecha o o mês com 50 assassinatos. Até o momento ninguém foi preso.

 

 

José Ribamar Trindade | Redação 24 Horas News

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário