02/12/2015 - Taborelli assume lugar de Fraga em CPI do MP

02/12/2015 - Taborelli assume lugar de Fraga em CPI do MP

Após uma intensa discussão entre os deputados na reunião de Colégio de Líderes nesta terça-feira (1) para definir a composição dos membros da CPI do MP, o deputado José Domingos Fraga (PSD) abriu mão de presidir a investigação sobre pagamento supostamente irregular de cartas de crédito à procuradores e promotores do Ministério Público.

No lugar do pessedista, assume o deputado Pery Taborelli (PV), mas não ficaram definidas as funções dos membros.

O deputado Zé Domingos justificou que sua saída seria por causa da questão da proporcionalidade. “O MP é um órgão respeitado e trabalha com Legislação. Estávamos fora da regra. Outro membro do minoritário não abriu mão e eu me vi na obrigação de sair”, disse.

O blocão fechou com as indicações dos deputados Wilson Santos (PSDB), Oscar Bezerra (PSB) e Taborelli. Já o bloco da minoria definiu os nomes dos deputados Dr. Leonardo (PDT) e José Carlos do Pátio (SD).

O novo membro Taborelli disse estar pronto até mesmo para assumir a presidência da CPI. “É um momento importante para apurarmos de forma isenta e tranquila a situação", salientou.

Segundo Zé do Pátio, as escolhas dos nomes foram democráticas e as funções de cada deputado serão definidas entre os 5 membros titulares da CPI. “Estão todos desprendidos. Não se sabe quem será presidente ou relator porque estamos preocupados com o interesse público".

Ampliação de investigação

Taborelli ressaltou que a Comissão irá apurar as demais denúncias que chegarem ao conhecimento do Parlamento. “Tem um começo que são as cartas de créditos, mas os demais atos podem ser sim investigados”.

Já Pátio contrapôs às declarações, alegando que a CPI será focada somente nas cartas de crédito. “A CPI está no requerimento e focaremos no assunto pautado".

 

 

Fernanda Leite, repórter do GD

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário