03/02/2012 - Ex-marido suspeito de matar procuradora é achado morto em motel

O marido da procuradora federal Ana Alice Moreira de Melo, de 35 anos, foi encontrado morto no fim da noite desta quinta-feira (2), segundo a Polícia Militar (PM). Ele é suspeito de ter assassinado a mulher a facadas na casa da família durante a madrugada, no mesmo dia em que foi achado morto em um quarto de motel às margens da BR-356, no bairro Olhos d'Água, na zona oeste de Belo Horizonte.

O corpo estava sobre uma cama da suíte 16. A Polícia Civil investiga a possibilidade de o homem ter se matado, mas a equipe de peritos não descartou a hipótese de assassinato, pois ele tinha ferimentos em várias partes do corpo e sinal de violência no pescoço.

Havia marca de sangue na cama, no chão e no banheiro, segundo a Polícia Civil. Uma faca foi encontrada embaixo de um dos braços do homem. De acordo com a PM, a faca pode ter sido usada no assassinato de Ana Alice.

Segundo a PM, o homem entrou no motel por volta de 4h55 de quinta-feira. Ele havia tido a prisão preventiva decretada pela Justiça na tarde desta quinta e estava foragido.

O asssassinato da procuradora aconteceu dentro da mansão onde o casal morava com os filhos, no Condomínio Vila Alpina, em Nova Lima, na Região Metropolitana de Belo Horizonte.

Segundo a polícia, Ana Alice foi morta durante uma discussão. O suspeito, de 49 anos, fugiu de carro do local. O veículo estava estacionado no motel onde ele foi encontrado morto.

Separação
O casal estava em processo de separação. Segundo a delegada de Nova Lima, Renata Ribeiro Fagundes, o marido da procuradora não aceitava o fim do casamento. Na noite desta quarta-feira (1º) o juiz titular da Vara de Nova Lima, Juarez Morais, havia assinado uma decisão para que o marido da procuradora saísse de casa.

No dia 24 de janeiro, a procuradora registrou um boletim de ocorrência por agressão verbal e ameaça de morte atribuídas ao marido. No dia 25, o juiz assinou um pedido de audiência para que o suspeito fosse ouvido, com base na Lei Maria da Penha, que dispõe sobre violência doméstica familiar. A intimação foi entregue para o marido nesta quarta-feira (1º), segundo o advogado da mulher. De acordo com a polícia, o homem teria voltado à casa para tirar satisfações sobre o processo.

Segundo o advogado de Ana Alice, Murillo Evandro de Andrade, uma audiência com os dois tinha sido marcada para o dia 15 de fevereiro, mas o defensor iria pedir para que eles fossem ouvidos separadamente.

 

G1

Comentários

Data: 03/02/2012

De: CLEUMIRA

Assunto: MISÉRICORDIA.

MISÉRICORDIA SENHOR QUE MUNDO E ESTE QUE NÓS ESTAMOS VIVENDO HO PAI CELESTIAL,SENHOR EU TE PEÇO EM NOME DE JESUS TEM MISÉRICORDIA DO TEU POVO.E PERDOA HO PAI EM NOME DE JESUS.

Novo comentário