03/02/2016 - Estudante denuncia assédio e perseguição em avenida de Cuiabá

03/02/2016 - Estudante denuncia assédio e perseguição em avenida de Cuiabá

Uma estudante de 18 anos denunciou através das redes sociais um assédio sofrido por 6 homens em uma avenida de Cuiabá. A estudante seguia para a faculdade, no Instituto Federal de Mato Grosso (IFMT), no bairro Bela Vista, quando foi perseguida pelo grupo. A jovem acionou a Polícia Militar, na tarde de segunda-feira (1).

No desabafo na rede social, a jovem explica que andava pela avenida Juliano Costa Marques, por volta das 14h20, quando um grupo de 6 homens, sem camisas, começou a assediá-la com palavras grosseiras.

Segundo a estudante, o grupo a seguiu, e em determinado momento ela começou a temer e correu quando um deles gritou que iria estuprá-la. Ao chegar na instituição, ela acionou a polícia.

"Imediatamente eu sai correndo, e esses homens foram atrás de mim, mas graças a força de correr, tive a capacidade de conseguir chegar ao meu destino sem que algo pior acontecesse", contou indignada a jovem, que afirma que o relato serve para alertar outras mulheres que denunciem os assédios sofridos.

A jovem contou ainda que vestia camiseta de manga longa e calça jeans, nada que insinuasse algo que pudesse provocar o assédio, e terminou o desabafo com a seguinte frase: "a culpa não é da mulher".

Leia abaixo o relato da estudante

Reprodução Facebook

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Izabel Barrizon, repórter do GD

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário