03/03/2011 09h:49 Frigorífico Marfrig tem abate de gado prejudicado por causa da falta de condições de transporte

 

 

 

 

A Câmara Municipal de Paranatinga convocou uma reunião com a Transportadora Rondom, Secretário de Obras do município, Pecuaristas, Gerente de compra de gado do Marfrig e Vereadores para buscarem uma solução para as estradas estaduais e municipais de Paranatinga.

Segundo o presidente da Casa, João Bosco dos Santos a cobrança tem sido grande e por isso através do vereador Aguinaldo a Casa esta se mobilizando para juntos encontrarmos a solução.

Aguinaldo disse que é preciso que a classe política que representa Paranatinga se unir e ir buscar junto ao Governo Estadual maquinários e equipamentos para resolver os problemas MT 020 e 130.

Uma sugestão é trazer novamente os maquinários da Associação dos Produtores, Consórcios e conseguimos outros apoios em termos de maquinas para que uma ação forte e em conjunto seja tomada e o município também possa dar a sua contribuição no processo.

Atualmente esta faltando 500 cabeças de gado ao dia no Frigorífico para abate e isso esta afetando toda a economia local segundo Luis Rambo, Gerente da Trans Rondom, responsável pelo transporte do Marfrig e alertou que tem gado morrendo nas estradas, caminhões chegando atrasado, caminhão tombamdo no caminho, gerando todo um transtorno para o município.

O Secretario de obras, Leopoldo Valandro, disse que Paranatinga recebeu do Estado apenas dois caminhões que é uma quantidade somado ao que o município possui, insuficiente para atender as demandas.

Leopoldo disse que é preciso buscarmos as condições necessárias para que possamos atender as estradas vicinais e socorrer as estaduais para oferecer boas condições de trafego, pois os maquinários do município são insuficientes neste momento para atender as atuais necessidades.

O vereador Natal disse que é preciso fazer um levantamento detalhado e marcar uma Audiência com Governador e Secretario de Estado para que providencias sejam tomadas no sentido de reforçar o parque de maquinas do município pois é um dos maiores do estado e sem um apoio maior do governador estaremos fadado a maiores complicações na nossa economia, geração de emprego , renda e desenvolvimento.

Todos são de consenso de que não adianta uma patrulha ou consorcio vir aqui e arrumar a estrada de forma paliativa e ir embora. É necessário fazer a manutenção das mesmas para que em todo o tempo se ofereça condições de trafegabilidade.

Bosco disse que é preciso ter um planejamento de levantamento, cascalhamento, escoamento para que ao chegar o período de chuvas as dificuldades não sejam tantas e o município entrar em um novo marco de infra-estrutura.

Em um passado não muito distante foi preciso a realização por diversas vezes da Operação Arranca Safra em Paranatinga para que os produtores não ficassem no prejuízo, agora quem esta passando pelas mesmas dificuldades é o frigorífico Marfrig que abate mais de 1000 cabeças de gado por dia.

 
Paranatinga News / Edgard Costa