03/05/2011 - 17h:01 Funcionário de agência teria ajudado assaltantes em roubo de R$ 100 mil

 A Polícia Civil trabalha com a hipótese de que algum funcionário da agência do Banco do Brasil Estilo, na Avenida Lava Pés, no bairro Goiabeiras, em Cuiabá, teria auxiliado os bandidos que invadiram o local na semana passada e roubaram um malote com cerca de R$ 100 mil. O valor seria de um saque programado por um cliente.


A hipótese foi levantada pelo fato de que na agência não são realizadas grandes movimentações em dinheiro e exatamente na quarta-feira (27), dia do assalto, um cliente havia feito a programação do saque, informaram fontes ao Olhar Direto.

O assalto aconteceu por volta das 10 horas, no momento em que o malote era entregue na agência. O bando rendeu uma faxineira que varria a calçada do banco e entrou pela garagem. Pelo menos quatro homens teriam participado da ação.

No momento do assalto havia apenas funcionários no local, pois a agência ainda não estava aberta para atendimento ao público. O delegado Wladimir Fransosi do Grupo de Combate ao Crime Organizado (GCCO) é quem investiga o caso.

 

Da Redação - Julia Munhoz

Foto: Julia Munhoz/OD

 

Leia mais...

27/04/2011 - 10:39

Assaltantes rendem faxineira e roubam cerca de R$ 100 mil do BB

Da Redação - Pollyana Araújo/ Da Reportagem - Julia Munhoz
Foto: Julia Munhoz/Olhar DiretoAssaltantes rendem faxineira e roubam cerca de R$ 100 mil do BB

Um bando de assaltantes roubou um malote, contendo cerca de R$ 100 mil, da agência Estilo do Banco do Brasil, na Avenida Lava Pés, no bairro Goiabeiras, em Cuiabá, na manhã desta quarta-feira (27).

Para entrar, eles usaram a faxineira do prédio como refém e entraram pela garagem do prédio. A suspeita é de que enquanto alguns pegaram o dinheiro, outros comparsas ficaram de fora para dar cobertura.

Conforme informações preliminares, o bando era formado por pelo menos quatro integrantes. Eles pularam o muro ao lado do banco e fugiram. Nenhum deles foi capturado até o momento.

Equipes do Grupo de Combate ao Crime Organizado (GCCO), comandadas pelos delegados Luciano Inácio e Wladimir Fransosi e pelo chefe de operações Fernando, estão no local para darem inícios as investigações.

A assessoria de imprensa do Banco informou que apesar do susto os funcionários estão bem. Não foi possível confirmar a quantidade de pessoas que estavam na agência, apenas que não havia clientes no momento do assalto. 

Sobre como teria acontecido o assalto, a assessoria ressaltou que as informações serão repassadas pela polícia, por uma questão de segurança. Não haverá expediente na agência hoje.

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário