03/05/2011 - 10h:14 Lavrador mata colega com facada porque vozes do além teriam pedido

 Um lavrador foi preso em flagrante após matar o companheiro de serviço com uma facada no pescoço. Na delegacia, o réu confesso Valtrides Vicente Ferreira, 49 anos, disse que matou Adalto Valadares da Silva, 51 anos, porque vozes do além o teriam mandado fazer isso. O homicídio aconteceu num assentamento agrário de Novo São Joaquim, (240 km de Barra do Garças), no sábado (30) por volta das 16h40. 

Valtrides conta que uma das vozes que ordenaram o crime seria de Jesus cristo, demonstrando certa perturbação. No seu depoimento, ele contou na policia que ouvia uma voz dizendo “Mata, mata ele”. Foi quando pegou uma faca e golpeou o colega pelas costas acertando o pescoço. A vítima mesmo ferida conseguiu retirar a faca e correr atrás do agressor para revidar. Quando alcançou já estava debilitado e acabou morrendo. 
Valtrides conta que matou o colega porque no dia anterior ele teria debochado de sua religião dizendo que não acredita nessas coisas. E isso teria o enfurecido ao ponto de cometer o crime e ainda incentivado pelas vozes do além... 
O acusado tentou fugir após o crime, porém foi preso pelos demais trabalhadores do sitio e entregue a polícia. Os agentes civis Maurico, César e Haroldo conduziram o o assassino nesse domingo (01) para o flagrante registrado em Barra do Garças que foi lavrado pelo delegado de plantão Heródoto Fontenelle. 
“Ele demonstra um distúrbio mental, mas somente um exame psiquiátrico que confirmar essa suspeita”, frisou o delegado. O crime aconteceu no sitio de propriedade de Fernando Bueno, no assentamento Santo Idelfonso, a 35 km de Novo São Joaquim. A faca tipo peixeira utilizada no crime foi apreendida.

 

Escrito por Ronaldo Couto / Olhar Direto

 

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário