03/05/2015 - Mãe de bebê resgatado após 22 horas no Nepal diz que ouvia seu choro

03/05/2015 - Mãe de bebê resgatado após 22 horas no Nepal diz que ouvia seu choro

A mãe do bebê de apenas 5 meses que ficou mais de 22 horas soterrado em escombros após o forte terremoto que atingiu o Nepal no fim de semana disse que conseguia ouvir a criança chorando durante o período em que ela ficou presa nos destroços.

“Eu conseguia ouvi-lo chorando nas ruínas de nossa casa”, contou Rasmila Awal, mãe de Sonit Awal ao jornal “Daily Mail”.

O menino foi resgatado por soldados nepaleses com seu rosto e corpo cobertos de poeira. Ele estava em casa em Muldhoka, a leste da capital Katmandu, no sábado (25) quando o terremoto de magnitude 7,8 aconteceu.  Um armário que caiu sobre ele, deixando um espaço e protegendo-o, foi o que o salvou da morte.

Sonit dormia em seu berço na parte de cima da casa quando as paredes do imóvel de quatro andares começaram a rachar e cair sobre ele. Seus pais e sua irmã mais velha, de 10 anos, estavam do lado de fora, e tentaram desesperadamente tirar o menino dos escombros.

Durante as horas de procura, familiares e amigos usaram as próprias mãos para retirar os escombros e tentar achar o menino. Sem equipamentos, entretanto, o trabalho era quase impossível.

Rasmila falou sobre a “alegria incontrolável” que ela sentiu quando a equipe de resgate finalmente chegou e conseguiu tirar Sonit dos escombros, com apenas um arranhão em seu rosto.

“Estou muito feliz de ter meu bebê de volta. Estou muito feliz que ele está vivo.”

“Deus me deu meu filho de volta, quero que ele tenha uma vida boa e seja bom com os outros”, afirmou.

Foto de domingo (26) mostra o bebê Sonit Awal sendo retirado dos escombros de sua casa após ficar 22 horas soterrado no Nepal (Foto: Amul Thapa/Kathmandu Today via AP)
 
Foto de domingo (26) mostra o bebê Sonit Awal sendo retirado dos escombros de sua casa após ficar 22 horas soterrado no Nepal (Foto: Amul Thapa/Kathmandu Today via AP)
 

Escrito por G1/SP

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário