03/06/2013 - Anunciado por Jayme há 20 anos, asfalto na MT-100 não saiu do papel

03/06/2013 -  Anunciado por Jayme há 20 anos, asfalto na MT-100 não saiu do papel

Enquanto a Comissão de Licitação da secretaria estadual de Transporte e Pavimentação Urbana (Setpu) aguarda o julgamento do recurso movido por uma das empresas que participaram da concorrência pública para a pavimentação da MT-100, redes sociais são usadas para a divulgação de uma foto que mostra que não é de hoje que o tão sonhado asfalto na rodovia vem sendo usado como instrumento de promessas políticas. Em 1992, na gestão do ex-governador e agora senador Jayme Campos (DEM), a obra no trecho Barra do Garças a Torixoréu, foi lançado com foguetório e promessa de conclusão de 711 dias úteis.

 

  A placa indicativa da obra foi fixada em Pontal do Araguaia, à época, distrito de Torixoréu, que contaria com recursos de contrapartida do Ministério da Integração Regional. Segundo o ex-deputado Lincoln Heimar Saggin, que na época exercia o mandato, o lançamento da obra aconteceu sob pressão Jayme. "Nós lutamos muito e conseguimos ao menos 1,5 mil metros de asfalto ligando o centro de Pontal ao campus da UFMT, duas pontes de concreto no trecho e dois bueiros construídos foram de medida e ficou por isso mesmo", lembrou.

 

  Lincoln informou que o Governo do Estado tinha firmado contrato com a Construtora Andrade Gutierrez, no entanto, as negociações sobre a forma de pagamento não avançaram e a obra ficou apenas na promessa. "O asfalto até hoje, como se vê, é um sonho da população da região. Foi uma frustração como essa que me fez abandonar a política", ressaltou o ex-deputado, que durante os quatro anos da gestão Jayme Campos, mesmo com a não execução da obra, permaneceu como seu aliado na Assembleia.

 

 

Ação veta licitação para asfaltar MT-100 e frustra os prefeitos

 

A Rota da Integração que o governador Silval Barbosa (PMDB) realizaria a partir desta quinta (30) pelas cidades cortadas pela MT-100, para o anúncio oficial do Programa MT Integrado, está temporariamente cancelada. Uma ação de embargo do processo de licitação movida por uma das empresas que concorreu ao certame foi a motivação do cancelamento. O programa previa a pavimentação asfáltica da rodovia de Araguaiana a Alto Araguaia.

 

   A notícia frustrou prefeitos, vereadores e representantes de segmentos organizados que já se preparavam para acompanhar a assinatura da ordem de serviço para a execução das obras. O estradeiro do MT Integrado começaria em Alto Araguaia, passando por Araguainha, Ponte Branca, Ribeirãozinho, Torixoréu, Pontal do Araguaia, Barra do Garças e seria encerrado em Campinápolis, onde seria anunciada a pavimentação da MT-251, via de acesso à Nova Xavantina.

 

   Segundo o prefeito de Barra do Garças, Beto Farias (PSD), o clima era de expectativa na região que almeja, há vários anos, a pavimentação da MT-100. “É lamentável. Vamos ter que aguardar por mais alguns dias. É intenção do governador lançar a obra aqui na região e isso será feito em data posterior. Para nós, esta obra é de extrema relevância”, destacou.

 

   O vereador por Ribeirãozinho, Arlan Catulé (PMDB), não acredita que mais uma vez a região está sendo penalizada. “Estávamos comemorando. Preparamos uma grande festa para a chegada do tão sonhado asfalto e mais uma vez somos surpreendidos. Parece que isso só acontece com o Araguaia”, lamentou, afirmando que aguarda por uma solução rápida do problema para que a ordem de serviço seja assinada.

Francis Amorim

Comentários

Data: 04/06/2013

De: Usuario da MT 100

Assunto: Embargo

É, nos que samos proprietário de veiculo e que trafegamos por essas MTs, que mais uma vez prejudicados, por um embargo, poderíamos embargar recursos dessa empresa para reparar danos aos nossos veículos que são danificados, por falta de pavimentação nas estradas estaduais.

Data: 03/06/2013

De: renan ferreira martins

Assunto: vergonha

e so no araguaia mesmo pq eles so lembra da gente no ano politico e nada mas pensa que agente e besta

Novo comentário