03/07/2015 - Existem os que choram e os que vendem lenços, diz Taques sobre crise econômica

O governador Pedro Taques (PDT) participou da solenidade de abertura da 51ª Expoagro, destacando a importância do agronegócio para superação da crise econômica enfrentada pelo país. “Existem os que choram e os que vendem lenços. Mato Grosso precisa estar entre os vendedores”.

 

Taques ainda lembrou que a feira agropecuária deve receber 400 mil pessoas até 12 de julho, movimentando cerca de R$ 35 milhões em negócios comerciais e de tecnologia. Para o governador, a Expoagro representa a oportunidade de movimentar o agronegócio e projetar a agricultura e pecuária mato-grossenses para todo país. “No ano passado, o Estado fez superávit de R$ 13 bilhões na balança comercial e ajudou a equilibrar as exportações brasileiras. Mato Grosso ajuda muito o Brasil e o país precisa ajudar mais nosso Estado”.

 

O governador discursou reivindicando atenção do governo federal horas antes de embarcar para Goiânia, para o Encontro dos Governadores do Centro-Oeste, nesta sexta (3). Durante todo o dia, Taques participará de conversações com os governadores Marconi Perillo (PSDB) e Reinaldo Azambuja (PSDB), de Goiás e de Mato Grosso do Sul, respectivamente.

 

A pauta em Goiânia inclui debates sobre a liberação do Fundo de Apoio às Exportações (FEX). No caso de Mato Grosso, existe por parte da União a garantia do pagamento dos R$ 400 milhões referentes às perdas da Lei Kandir, neste segundo semestre. 

 

As discussões entre Taques, Perillo e Azambuja também deve incluir políticas conjuntas para o fortalecimento do agronegócio. Outro assunto em debate são as políticas de incentivo à produção de etanol. 

 

 

Jacques Gosch

 

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário