03/07/2015 - Polícia Civil prende autor da morte de fazendeiro e localiza corpo em Sinop

03/07/2015 - Polícia Civil prende autor da morte de fazendeiro e localiza corpo em Sinop

Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa da Polícia Judiciária Civil de Sinop (500 km ao Norte) prendeu o principal suspeito de assassinar o fazendeiro Antônio Maronezzi, 59 anos, que estava desaparecido desde o dia 13 de maio. O autor, Oziel Rodrigues de Oliveira, 25 anos, foi preso na quarta-feira (01.07), em Cuiabá. O corpo da vítima foi localizado nesta quinta-feira (02).  

As buscas pelo corpo do fazendeiro ocorreram na zona rural da Gleba Mercedes, mais de 100km de Sinop, onde foi deixado pelo preso Oziel, que confessou o assassinado do pecuarista. A motivação do latrocínio, segundo o suspeito, seria trocar o dinheiro conseguido com a venda da caminhonete por drogas. 

O fazendeiro desapareceu no dia 13 de maio e as buscas mobilizaram os investigadores em diligências por Cuiabá e vários municípios do Médio-Norte mato-grossense. No dia 19 de maio, a caminhonete Hillux Placa JZK 6035 do fazendeiro foi encontrada na estrada Nanci, próximo à Gleba Mercedes, nos arredores onde a vítima possuía uma propriedade.  

Uma amostra de sangue colhida no veículo foi enviada para análise no laboratório forense da Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec), que apontou se tratar de sangue de Maronezzi, após confrontação com DNA concedido pelo irmão do desaparecido. 

Na manhã de quinta-feira (02), próximo ao matagal da Gleba Mercedes, a equipe composta pelo delegado Carlos Eduardo Muniz dos Santos, os escrivães Thyago Celestino e Gilberto Leal, e os investigadores Wilson Candido de Souza, Rodrigo Gabe e Sebastião de Lima Neto localizaram o corpo (que nem chegou a ser enterrado pelo latrocida) após os apontamentos do suspeito.  

O preso, Oziel Rodrigues de Oliveira , contou à equipe policial que pediu carona para o empresário na região do Camping Club e chegou a pedir dinheiro ao fazendeiro. Diante da negativa em dar o dinheiro, Oziel teria forçado a vítima a ir até a Gleba Mercedes, onde foi morto com golpes de facada e pauladas.  

Após executar o fazendeiro, o suspeito roubou a camionete, porém abandonou o veículo na estrada Nanci, por conta do combustível ter acabado. Em seguida, teria partido até o bairro Habitat Brasil e lá tentou vender o veículo roubado e o celular da vítima pelo valor de R$ 150, mais porções de drogas, em uma boca de fumo. 

O delegado regional  de Sinop, José Abdias Dantas, destacou o empenho de toda equipe policial de Sinop, Cuiabá e Barra do Bugres que se juntaram para o esclarecimento do crime. "Parabéns todo os policiais que se esforçaram para resolução de mais um latrocínio, em especial a equipe de Sinop, que tem um dos melhores índices de resolução no Estado", disse.  

Em Barra do Bugres foi ouvida uma testemunha.

 

 

Assessoria/PJC-Sinop

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário