03/07/2016 - Ex-PM e vigia são presos suspeitos de roubar Banco do Brasil

03/07/2016 - Ex-PM e vigia são presos suspeitos de roubar Banco do Brasil

A Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO), da Polícia Civil, prendeu dois homens envolvidos no roubo de quase R$ 500 mil da agência do Banco do Brasil do Distrito Industriário, em Cuiabá, em abril.

Um dos suspeitos, U.S., 27 anos, foi preso em Curitiba (PR) na noite de segunda-feira (27), por uma equipe liderada pelo delegado Guilherme de Carvalho Bertoli.

O segundo suspeito, J.G.B., foi preso na terça-feira (28), em Cuiabá.

Ele era vigilante da agência e auxiliou os bandidos entregando para U., um dia antes, o controle reserva da porta giratória do banco, facilitando a entrada dos criminosos na agência.

“Dá para ver isso nas imagens. O vigilante entregou o controle reserva da porta giratória com o compromisso de receber R$ 15 mil”, disse o delegado Flávio Henrique Stringueta.

U. é ex-policial militar e, de acordo com a investigação da Gerência de Combate ao Crime Organizado, liderou os três homens, que entraram na agência bancária, no dia 1º de abril deste ano.

Um dos assaltantes usava roupa semelhante à farda da Polícia Militar. Com ajuda do vigilante, ele facilitou a entrada dos bandidos.

Outro membro da quadrilha vestia roupa social e portava um crachá de identificação para se passar por funcionário do banco.

U. ficou do lado de fora dando cobertura, mas, em determinado momento, aparece nas câmeras de segurança do banco, na área do autoatendimento, simulando usar os caixas eletrônicos.

As imagens mostram um dos suspeitos, armado, indo direto à sala do cofre do banco. Lá ele obriga a funcionária a abrir o equipamento. Depois retira o malote e sai.

O falso policial militar aparece ao lado do vigilante.

Os dois suspeitos estão em uma unidade prisional de Cuiabá. Eles responderão por roubo majorado.

Roubos

Em 2016, o GCCO registrou 12 ocorrências de roubos em banco - maioria na Capital.

Conforme o GCCO, todos os casos estão solucionados, sendo os criminosos identificados e presos ou com mandados de prisão a serem cumpridos.  

 

 

 

Midia News