03/10/2014 - Governo faz primeiro teste do VLT em movimento; veja o vídeo

A Secretaria Extraordinária da Copa do Mundo (Secopa) realizou, na manhã desta quinta-feira (2), o primeiro teste de movimento do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT), dentro do Centro de Manutenção do modal, localizado em Várzea Grande – antiga Vila Militar,. ao lado do Aeroporto Marechal Rondon.

Os testes são preliminares e foram realizados pela empresa CAF Brasil Indústria Ltda., que integra o Consórcio VLT Cuiabá-Várzea Grande, responsável pela implantação do trem na área metropolitana de Cuiabá.

A empresa também foi a responsável pela fabricação dos 40 carros do VLT – formados por sete vagões cada um.

O primeiro teste do VLT foi acompanhado pelo secretário da Secopa, Maurício Guimarães, que afirmou que o carro percorreu aproximadamente 500 metros, dentro do Centro de Manutenção.

De acordo com Guimarães, nos próximos dias, o carro deverá se deslocar até o Viaduto do Aeroporto e, na sequência, até a Estação Aeroporto, obra concluída pouco antes da realização a Copa do Mundo em Cuiabá, em junho deste ano.

Segundo a pasta, os testes continuarão pelo eixo do VLT, nos trechos onde os trilhos já foram instalados, assim que os carros forem acoplados aos sistemas de frenagem, operação, e demais etapas necessárias para a movimentação dos carros.

A Secopa informou, ainda, que os testes considerados oficiais são aqueles realizados quando o modal estiver totalmente pronto, chamados de testes estáticos e dinâmicos. Esse período de testes deve durar, pelo menos, três meses.

 

O Consórcio VLT Cuiabá-Várzea Grande – formado pelas empresas Santa Bárbara, CR Almeida, CAF Brasil Indústria e Comércio, Magna Engenharia Ltda. e Astep Engenharia Ltda. – é o responsável pela implantação do sistema ao longo das principais avenidas da Capital e de Várzea Grande.

A obra irá custar R$ 1,477 bilhão ao Governo do Estado, dos quais R$ 896 milhões já foram pagos – grande parte do valor, aliás, referente à aquisição do material rodante, como os trilhos e os carros.

O sistema foi dividido em dois eixos (Aeroporto-CPA e Coxipó-Centro), totalizando 22,2 km. 

Além dos trilhos e implantação do modal, o projeto prevê a execução de estações e terminais, bem como de obras de arte (pontes, trincheiras e viadutos) ao longo dos dois eixos.

 

 

Lislaine Dos Anjos 
Da Redação

Comentários

Data: 03/10/2014

De: kkkkkkkk

Assunto: kkkkkkkkkkk

SILVAL ROUBO DEMAIS COM ESSE VLT.

Novo comentário