03/11/2012 - Identificados o piloto e copiloto de avião que colidiu na Serra do Roncador em MT

Thiago Santoro e Vilcione Pereira de Almeida foram identificados pela Polícia Civil na tarde desta sexta-feira (02) como piloto e copiloto, respectivamente, do avião bimotor VRV que bateu na Serra do Roncador no final da tarde de ontem vitimando quatro pessoas, dentre elas dois engenheiros civis da Secretaria Estadual de Transporte e Pavimentação Urbana (Setpu).

De acordo com algumas testemunhas, por volta das 17h30 foi possível perceber que o avião sobrevoava a área para tentar pousar devido a forte chuva no local. A aeronave acabou batendo com a ponta da Serra do Roncador e caiu. Os quatro morreram na hora e os corpos só foram removidos do local no final desta tarde.

Além deles, morreram no acidente os engenheiros civis Orlando Monteiro da Silva, 58 anos, e Sidney Benedito Nunes, 57, da Setpu. Eles seguiam de Confresa para Cuiabá. Os servidores viajavam a trabalho e tinham participado de uma reunião com a Associação dos Produtores Rurais da MT 322.

A aeronave caiu em uma região de difícil acesso, próximo a Fazenda Roncador, entre as cidades de Chapada dos Guimarães e Nova Brasilândia. As Polícias Civil e Militar, bem como o Corpo de Bombeiros e a Politec estiveram no local para resgatar os corpos. 

Até o final desta tarde a equipe da Aeronáutica, que ficará responsável pela investigação não havia chegado ao local para iniciar os trabalhos de perícia.

Os corpos das quatro vítimas foram removidos e encaminhados ao Instituto Médico Legal (IML) de Cuiabá. 
Orlando e Sidney eram servidores públicos do Estado há 35 e 31 anos, respectivamente. A secretaria já entrou em contato com as famílias, que aguardam a chegada dos corpos para definir local e horário do velório.

De acordo com a assessoria de imprensa, a secretaria irá arcar com todas as despesas do velório, já que os dois engenheiros estavam em serviço. O governador Silval Barbosa (PMDB) decretou luto oficial de três dias.

 

Da Redação - Julia Munhoz