03/11/2014 - Janaina diz que deputados da base de Taques pregam "discurso de desunião"

Deputada eleita afirma que "pacto de sangue" cria rachas e divisões no Parlamento

 

A deputada estadual eleita Janaina Riva (PSD) criticou o discurso propagado nas últimas semanas pelos deputados da base do governador eleito Pedro Taques (PDT), o chamado G-11.

Para ela, os deputados pregam um discurso de “desunião” que está rachando a Casa antes do início da próxima legislatura.

“Eles estão pregando um discurso de desunião. Isso inibe a possibilidade de haver mais diálogo dos dois grupos, porque começa rachando a Assembleia, criando divisões. É uma rixa desnecessária e esse tal de 'pacto de sangue' é ruim. Deveria ser um pacto em prol da melhoria da Assembleia para o Estado”, afirmou.

O grupo ligado a Taques assinou, na última semana, um "documento público" se comprometendo a manter a unidade na disputa pela Mesa. O acordo foi chamado de “pacto de sangue”.

De acordo com Janaina, a divisão imposta pela base de Taques está unindo, de maneira natural, os outros 13 parlamentares.

“A partir do momento que um deputado dá uma declaração dizendo que quem sair dos 11 será traíra, ele está querendo dizer que quem sair dos 13 também será traíra. Então, nós não estamos precisando fazer muita coisa, o próprio grupo de lá está fazendo isso. Esse discurso pregado por eles está unindo o nosso grupo”, disse.

Janaina acredita que o mais interessante para o próximo biênio seria uma Mesa mista, com membros dos dois grupos. 

“Essa história de pacto de sangue, não concordo com isso, tem tantos interesses maiores para o Estado. Eu considero importante que tivéssemos um nome que conseguisse unir os dois grupos, sem essa conversa de barganha para que deputado mude de lado”, afirmou.

“Seria importante ter uma chapa de consenso para os dois grupos. Mas é importante que a Mesa não seja submissa ao próximo Governo. O povo não quer uma Assembleia submissa, mesmo aqueles que votaram no Pedro. Porque isso pode mascarar várias atitudes do Governo que a Casa precise contrapor ou dialogar”, disse. 

Apoio a Savi

Janaina afirmou que o grupo que deve ser oposição a Taques já está se reunindo para definir um nome para concorrer à Mesa Diretora.

Entre os parlamentares que apresentaram o nome estão: Mauro Savi (PR), Walter Rabello (PSD) e José Domingos Fraga (PSD).

A deputada, no entanto, afirmou que deve apoiar a candidatura de Savi.

“É importante que o presidente seja uma pessoa que exerça de fato a liderança e o Mauro tem experiência e conhecimento da Casa que poucos têm. Ele já está indo para o quarto mandato. Então, está credenciado para a disputa”, disse.

“Mas ele já disse que abriria mão se fosse para outra pessoa dentro do grupo que conseguisse se articular melhor. Estamos nos reunindo e todos entendem que é importante a união dos 13 para fazer uma defesa da nova oposição dentro da Assembleia”, afirmou.

 

 

Douglas Trielli 
Da Redação

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário