03/12/2014 - Com sobrecarga operacional, Detran pode parar nesta quarta (03)

Servidores do Departamento Estadual de Trânsito (Detran) aguardam para hoje a assinatura do contrato com a empresa que ficará responsável pela realização do concurso público para preenchimento de vagas no quadro de funcionários do órgão estadual.

O Detran confirmou para hoje a formalização contratual. Caso não aconteça, a categoria promete entrar em greve por tempo indeterminado a partir desta quarta-feira (03.03).

A realização do processo seletivo é reivindicada desde o ano passado. De acordo com a presidente do Sindicato dos Servidores, Sinetran-MT Daiane Renner, no dia 17 de novembro foi publicada no Diário Oficial a dispensa de licitação e a Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) foi escolhida para elaborar o concurso por apresentar menor preço e técnica.

"Os recursos para contratação (da UMFT) já foram liberados e só falta a assinatura do contrato. Vamos aguardar até o fim do dia caso isso não aconteça a greve será deflagrada por tempo indeterminado", afirmou. Segundo ela, estão previstas a abertura de 500 vagas nos mais diferentes cargos.

Conforme Daiane Renner, atualmente o Estado conta com 900 funcionários, entre efetivo e comissionados, distribuídos pelas 62 Ciretrans, quatro agências vips e a sede, em Cuiabá.

"Levando-se em conta a evolução da frota a gente precisaria de um número de servidores três vezes maior que o atual. Com o concurso, estão previstas 500 vagas. Não é o que precisamos, mas amenizará o déficit", acredita.

Segundo ela, nos próximos três anos um terço dos atuais servidores estão aptos a aposentar. “Esse déficit sobrecarrega o funcionário e faz com que o cliente enfrente mais tempo para ser atendimento”, comentou. A sindicalista entende ainda que o concurso é necessário para a real implantação da reforma administrativa no órgão.

Por meio de nota, o Detran informou que o processo de contratação com UFMT já teve o empenho emitido e encontra-se em fase de formalização do termo contratual.

 

 

Diário de Cuiabá

Juanice de Deus

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário