03/12/2014 - Silval desabafa e diz que investiria dinheiro da Copa em Saúde e Educação se pudesse

Mal avaliado pela opinião pública e muito criticado pelos atrasos nas obras prometidas para a Copa do Mundo, o governador Silval Barbosa (PMDB) aproveitou a inauguração do viaduto Izabel Coelho Pinto de Campos, realizado no final da tarde de hoje (01), em Várzea Grande, para fazer o maior desabafo de toda sua gestão. Irritado com os críticos de plantão, desafiou os próximos governadores a fazer mais do que ele fez pela Região Metropolitana e afirmou que deixa o Palácio Paiaguás com a sensação de dever cumprido e que se pudesse fazer algo diferente investiria o dinheiro destinado à Copa para a Saúde e Educação. 

“Se pudesse fazer diferente eu aplicaria dentro da gestão normal o investimento que tive para a Copa, talvez apareceria mais, investiria esse recurso em Saúde, Educação, mas eu investi no compromisso assumido. Não fui eu que inventei a Copa do Mundo”, desabafou o chefe do Executivo Estadual.

Para Silval, o excesso de obras prejudicou a avaliação do seu governo. “Mexemos na zona de conforto das pessoas, principalmente na região metropolitana. Nunca fizemos tantas obras e as pessoas se incomodam. Às vezes faltou mais tapa-buracos nas ruas que não eram de nossa competência, eu estou procurando entender. O tempo vai dizer, vem o Pedro Taques e outros governadores e eles vão sentir a dificuldade que é acompanhar todas as demandas do estado”, avaliou.

Silval não escondeu a insatisfação com as críticas relacionadas à falta de planejamento na sua administração. “Existiu planejamento no exercício e uma visão a longo prazo”, disse o governador após citar várias ações de seu governo, completando que ‘Isso é planejar o estado em tão pouco tempo, com apenas quatro anos de mandato, me sinto com a sensação da minha missão mais do que cumprida”, pontuou.

O peemedebista ainda rebateu as críticas em relação aos atrasos nas obras da Copa, afirmando que só quem realiza obras atrasa obras. “Meu governo é criticado pelos atrasos, oras, só quem não faz obras não atrasa obras. O Júlio Campos disse aqui que daqui há pouco vai ser difícil arrumar gestores em função da atual burocracia que tem o Brasil, com o atual patrulhamento, mas saio de cabeça erguida. Fizemos a nossa parte em toda as áreas”, afirmou.

 

 

Reportagem Local

Raoni Ricci

Comentáriios

Data: 04/12/2014

De: catinbal

Assunto: sival

nunca fez nada no araguaia so levou no papo

Data: 04/12/2014

De: catinbal

Assunto: sival

Novo comentário