04/02/2015 - "Estradeiro Municipal" constrói um plano de ação para as estradas vicinais de Nova Xavantina

Foi neste sábado, 31, em Nova Xavantina, a realização do "Estradeiro Municipal", uma ação do Movimento Pró -Logística da Aprosoja - Associação dos Produtores de Soja, em parceria com os respectivos sindicatos dos produtores rurais nos municípios.

No caso específico do estradeiro municipal, o projeto é executado em parceria também com as prefeituras municipais e câmara de vereadores, como agentes do poder público municipal.
 
Desencadeado pela nova gestão do Governo do Estado, sob o comando do recém empossado governador Pedro Taques (PDT), a ação visa mapear os principais pontos de "gargalo" nas estradas vicinais do interior de Mato Grosso, para a formatação de um projeto de execução das obras.
 
O objetivo é o fortalecimento da atividade produtora, a maior vocação econômica do Estado.
 
Na região do Médio Araguaia, a ação já aconteceu nos municípios de Canarana e Água Boa, e segundo o presidente do Sindicato dos Produtores Rurais local e vice presidente da Aprosoja Leste, Endrigo Dalcin, acontecerá em todos os municípios mato grossenses.
 
Para Dalcin, a filosofia do novo governo está certa, na medida em que busca informações e sugestões dentro do segmento diretamente usuário do sistema viário estadual, a classe produtora, num projeto em parceria com o poder público municipal, como agente executivo das obras.
 
"Quem melhor para conhecer os problemas nas estradas dos municípios do que os produtores?", pergunta Endrigo. 
 
Para o prefeito Gercino a parceria é bem vinda, e a iniciativa melhor ainda, pois soma com a Prefeitura no esforço de oferecer sempre o melhor possível para a classe produtora, que necessita de estradas em boas condições de trafegabilidade para desenvolver suas atividades.
 
Em Nova Xavantina, tomaram parte na comitiva além do presidente Endrigo e do prefeito Gercino Caetano Rosa, o vice prefeito João Batista Vaz da Silva; Secretário de Obras e Infra Estrutura Nego; empresários Wilke e Janilson do Grupo Parreira.
 
Entre os produtores estavam Beto Peter e Sergio Daniele; vereadores Jabá (PROS) e presidente da Câmara, vereador Nei Welinton (PSD); condutores de caminhões e carretas como o ex-vereador Sedimar e a imprensa local.
 
 NA SERRA AZUL, DESVIO DO CÓRREGO ANTÁRTICO
 
A visita começou na região da Serra Azul e Vale da Serra, de onde sai mais de 70% de nossa produção. 
 
Já na entrada para a estrada mestra que serve a região, no encontro desta com a BR-158.  onde existiu o comércio da "Sinhorinha"; a entrada e saída dos caminhões e carretas da estrada para a BR-158 e vice versa é considerada perigosa, e alí deu-se a primeira parada, com a anotação em GPS feita do ponto, como em todos os pontos levantados.
 
No local a reivindicação é a construção de um trevo, de forma a adequar a entrada e saída dos caminhões com segurança.
 
 Na região foram levantados outros sete pontos de intervenção, entre encascalhamento, abaulamento e alargamento da estrada, reformas de pontes e, uma das principais do roteiro, a construção de uma ponte que desvie o tráfego do Córrego Antártico, onde os veículos tem de passar no meio de suas belas e cristalinas águas, que cortam a estrada da Serra Azul.
 
Local conhecido dos novaxavantinenses devido a sua beleza ímpar, cheio de pedras e água corrente, a travessia é quase ponto turístico da região; e no entanto, tem que se ver às voltas com carros, caminhões, carretas e bi trens que lhe atravessam o leito diariamente, ao vivo e à cores.
 
A dificuldade é dos dois lados: tanto da natureza, que se vê agredida, como dos veículos, que custam a vencer a travessia, pois que o terreno é desigual e pedregoso, o que desgasta motores e pneus, além de representar potencialmente um risco para os motoristas. 
 
Alí a idéia é construir uma ponte há poucos metros do local, de concreto, de modo a desviar o tráfego e a estrada do atual ponto de travessia.
 
 NA REGIÃO DO PIAU, INTERLIGAÇÃO DIRETA COM A MT-251
 
No período da tarde, foi percorrido o trecho que compreende a estrada do Piau, até o limite de município com Novo São Joaquim, desviando alí para um trecho de aproximadamente 08 km, até cair na MT251, que liga Nova Xavantina à Campinapolis.
 
Na MT-251, as obras de asfaltamento já estão quase chegando na altura do conhecido Bar do Pedro, na parada do ônibus da Viação Xavante, que fica, segundo cálculos locais, na metade do caminho entre NX e Campinápolis.
 
Neste roteiro foram levantados outros seis pontos de intervenção, variando entre reforma e construções de pontes, encascalhamento e abaulamento de trechos da estrada.
 
No roteiro, uma das principais intervenções apontadas foi o melhoramento do trecho de 08 km de estrada, que liga a estrada mestra do Piau -já quase na divisa com Novo São Joaquim- com a MT-251.
 
O melhoramento inclui a construção de uma ponte que já está sendo executada pela parceria prefeitura/produtores, e depois de pronto, vai ligar diretamente a região do Piau ao asfalto, que em breve deverá estar concluído.
 
A obra, além de encurtar distâncias, pois os usuários percorrerão a maior parte do trecho até Nova Xavantina sobre o asfalto; irá desafogar o tráfego sobre a ponte do Piau, de quase 30 metros de extensão, e que, de madeira, não suporta o fluxo intenso de tráfego dos pequenos e médios produtores, principalmente no período de escoamento da safra.
 
Na região, a atual administração municipal de Nova Xavantina construiu a ponte sobre o Rio do Noidore -visitada pela comitiva (foto abaixo)-, de 67 metros de extensão, totalmente de concreto, que custou R$ 1,5 milhão aos cofres públicos, com recursos alocados pelo ex-deputado federal Eliene Lima (PSD),  já somados a contra partida da Prefeitura.
 
Todo o trabalho deste sábado será formatado num relatório produzido pela Aprosoja, Sindicato Rural e Prefeitura, e será apresentado ao governo do Estado.
 
Segundo Dalcin, os recursos poderão vir inclusive do Fethab, de cuja redistribuição está sendo objeto de discussão, agora com a possível participação de Conselho de gerenciamento dos recursos.
 
 
 
Escrito por Interessante News - Ezio Calanca Garcia - Reporter

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário