04/03/2016 - Dunga mantém atletas da China em 1ª convocação do ano, mas já faz cobrança

O técnico Dunga fez nesta quinta-feira (3) a primeira convocação da seleção brasileira em 2016. O treinador ignorou a ida de atletas para a China e os manteve na lista dos 23 escolhidos.

 

A seleção brasileira enfrenta o Uruguai no dia 25 de março, na Arena Pernambuco, e o Paraguai quatro dias depois, em Assunção. A equipe de Dunga tem sete pontos em quatro jogos e está na terceira posição, cinco pontos atrás do líder Equador.

 

Veja os convocados:

 

• Goleiros: Diego Alves (Valencia) Marcelo Grohe (Grêmio), Alisson (Inter)

• Zagueiros: David Luiz (PSG), Miranda (Inter de Milão), Marquinhos (PSG), Gil (Shandong Luneng)

Laterais: Danilo (Real Madrid) Daniel Alves (Barcelona), Filipe Luis (Atlético de Madri), Alex Sandro (Juventus)

• Volantes: Luiz Gustavo (Wolfsburg), Fernandinho (Manchester City)

• Meias: Renato Augusto (Beijing Guoan), Douglas Costa (Bayern de Munique), Lucas Lima (Santos), Willian (Chelsea), Coutinho (Liverpool), Oscar (Chelsea), Kaka (Orlando)

• Atacantes: Hulk (Zenit), Ricardo Oliveira (Santos), Neymar (Barcelona)

Apesar da permanência dos jogadores, o comandante fez um alerta sobre a opção pelo futebol chinês.

"Sem dúvida, nos preocupa pelo fator da distância, em termos de competitividade. Antes, tínhamos muita preocupação com o mercado da Europa por parte da Ucrânia. Agora é o chinês. Vai depender muito dos jogadores. Primeiro: eles sabem que vão ter que fazer algo diferente em relação aos outros. Segundo: eles vão conviver com cobranças de todos nós. Jogar em um mercado que não é de primeira linha, tem que estar preparado para ouvir esse tipo de crítica. Tem que ter preparação à parte, diferentemente de outros jogadores", disse.


"No meu cargo, tenho de tomar decisões difíceis sempre. Não podemos esquecer que estes jogadores tiveram desempenho altíssimo no Campeonato Brasileiro, em uma equipe campeã. Foram há pouco tempo para a China e foram bem na seleção. Seria injusto (deixá-los fora). Cabe a eles virem aqui e confirmarem, assim como os jogadores de outras ligas. A coerência da comissão técnica falou mais alto", completou.

 

A convocação desta quinta-feira gerou uma grande expectativa devido à saída de jogadores como Renato Augusto e Gil, que foram convocados em 2015 e trocaram o Corinthians pela China em 2016.

 

A condição física de Marcelo e Elias, que passaram por problemas recentes de lesão, também gerava expectativa. Ambos ficaram de fora da lista divulgada.

 

O auxiliar pontual para as duas partidas será Lúcio, ex-zagueiro que foi capitão da seleção brasileira na Copa de 2010 e foi campeão do mundo em 2002. 

 

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário