04/05/2011 - 14h:08 Maior manifestação a favor da desapropriação da Fazenda Camargo, em Nortelândia

 Nortelândia, município localizado a 240 km de Cuiabá (MT), foi palco de uma das maiores manifestações a favor da desapropriação da Fazenda Camargo. Mais de 500 famílias da região compareceram no Grito da Terra, organizado pelo Sintraf-Nortelândia.

 
 

 
A manifestação teve início às 13h30 com uma concentração no Auto Posto Beira Rio, saindo em animada passeata com gritos de “abaixo o latifúndio”, “precisamos de terra para trabalhar”, “chega de sanguessugas”, percorrendo a Avenida Getúlio Lino de Souza até o centro da cidade. Na Praça Edgard Araújo ocorreu outra grande concentração com fala de lideranças da região e de lideranças sindicais, representando vários municípios da região como Tangará da Serra, Nova Mutum, Diamantino, Alto Paraguai, Nortelândia, Arenápolis, Denise, Nova Olímpia, Barra do Bugres, Santo Afonso e Nova Marilândia.

O Incra de Mato Grosso realiza vistoria nesse latifúndio para fins de reforma agrária. Com essa desapropriação, o coordenador do Sintraf - Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras da Agricultura Familiar de Nortelândia, Josafá da Rocha espera mudança acentuada no perfil sócio econômico do município e da região, visto que aproximadamente 70 mil hectares de terras agricultáveis estarão, através da agricultura familiar, à disposição da população, gerando empregos e renda não só para o município de Nortelândia como para toda a região. Segundo o líder sindical, é esse o desejo e a proposta do movimento.
 
Hoje, na região, é consenso a necessidade da desapropriação desse latifúndio que ocupa em torno de 52% da área do município de Nortelândia. “Em Nortelândia vivemos encurralados aqui em baixo, igual a bode no curral, só numa tira de terra ruim, enquanto as terra boas para a agricultura estão lá em cima, na Fazenda Camargo”, declarou um dos manifestantes.
 
 
 Blog: Sandra Carvalho/O Repórter do Araguaia

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário